Rádios On-line
9197
EXPECTATIVA

Retomada da UFN 3 traz expectativa positiva para comércio e trabalhadores

Petrobras afirma que venda da fábrica para russos será concretizada neste mês

17 AGO 2019 - 07h:00Por Ana Cristina Santos

A boa perspectiva de retomada nos próximos meses da UFN 3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados), de Três Lagoas, traz otimismo para o comércio, setor imobiliário e para a construção civil, entre outros setores.

Apesar do saldo positivo de empregos no primeiro semestre do ano, Três Lagoas ainda vive o reflexo da recessão e do crescimento tímido da economia. Nos últimos 10 anos, desde a instalação do complexo de celulose e o início da construção da UFN 3, Três Lagoas conseguiu sobressair-se aos reflexos negativos do cenário, principalmente com geração de empregos, o que manteve a economia local aquecida. Mas, ao término ou paralisação de obras de grande porte, o cenário se tornou negativo, com demissões e fechamento de empresas.

Agora, graças às indústrias de médio e pequeno porte, bem como ao comércio e setores de serviço, Três Lagoas vêm conseguindo se manter em uma posição razoável diante do atual cenário nacional, com saldo positivo na geração de emprego e com boas perspectivas com a retomada da fábrica de fertilizantes, em decorrência do que a obra deverá demandar de mão de obra e insumos. 

A Petrobras afirma que irá finalizar a venda da UFN 3 ao conglomerado russo Agron Grup neste mês, com previsão de geração de 10 mil empregos para conclusão da fábrica, que tem obras paralisadas desde dezembro de 2014.

‘Obra vai fortalecer o comércio local’

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Três Lagoas, Sueide Silva Torres, disse que a retomada e operação da fábrica será importante para o fortalecimento da atividade econômica. Adiantou que o comércio e as empresas estão preparados para atender e prestar serviços para as grandes indústrias.

Segundo Sueide, muitos estabelecimentos fecharam as portas na cidade diante do atual cenário econômico, o que acarretou na perda de postos de trabalho. “A retomada da fábrica vai gerar mais empregos e a atividade econômico ficará fortalecida. Três Lagoas depende hoje das grandes empresas para suprir todo o seu movimento econômico.  Hoje tem muitos imóveis para alugar, inclusive no centro”, disse.

O presidente do Sindivarejo destaca ainda que as medidas provisórias da liberdade econômica, aprovada nesta semana, vão garantir facilidades para empreender. 

Setor imobiliário será um dos mais impactados com retomada

O empresário Antônio de Souza, o Toninho da Daterra Empreendimentos, disse que o setor imobiliário será um dos impactados positivamente com a retomada da UFN3. Isso porque haverá uma demanda maior pela locação de imóveis residências e comerciais.

Souza adianta que deve haver um acréscimo no preço dos alugueis, mas nada parecido com o que ocorreu no passado, durante a construção das fábricas de celulose, quando a procura foi maior do que a demanda de imóveis para locação. Atualmente a realidade é outro. Segundo o empresário, houve muitas construções e, hoje, há grande quantidade de imóveis para alugar e vender na cidade, além dos alojamentos que foram construídos para atender exclusivamente os trabalhadores. “Em relação aos preços, deve ter certa alteração, mas depois se estabiliza”, adianta.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13