Rádios On-line
MISSÃO

Rússia prepara retorno à Lua após 45 anos

O novo programa espacial tem um calendário definido até 2025

15 ABR 2021 - 08h:05Por Redação

A Rússia anunciou uma série de missões que levará o país de volta à Lua após 45 anos. Previsto para iniciar ainda este ano, o novo programa espacial tem um calendário definido até 2025.

A sonda Luna 25 está agendada para ser lançada em 1º de outubro de 2021. A missão não tripulada tem o objetivo de estudar o gelo permanente embaixo da superfície da Lua e avaliar os perigos dos fragmentos pontiagudos da poeira lunar.

“A Lua é o centro do nosso programa para a próxima década”, declarou Lev Zelenyi, consultor científico do Instituto Russo de Pesquisa Espacial durante uma apresentação virtual da Academia Nacional de Ciências em março deste ano.

Buscando honrar a “herança lunar” da União Soviética, a Rússia retoma o nome e a numeração do projeto Luna de onde ele parou em 1976. Dessa maneira, o país quer demonstrar consistência na evolução do programa.

Segundo Zelenyi, a Luna 25 será a primeira das cinco missões lunares. Entre 2023 e 2024, a Luna 26 lançará um orbitador para investigar anomalias magnéticas e gravitacionais e registrar imagens de alta precisão de novos locais de pouso na Lua.

Em 2025, a Luna 27 usará um módulo de pouso para explorar o polo sul do astro. Com ele será enviado um robô com uma broca especial cedido pela Agência Espacial Europeia para coletar rochas lunares.

Missões finais da Luna

Ainda sem data para lançamento, as missões finais da Luna já possuem objetivos definidos. Por exemplo, a Luna 28 – batizado de Luna-Grunt – enviará um novo robô para colher mais amostras do solo que reteriam gelo e outros compostos voláteis.

Por fim, a Luna 29 levará um novo rover Lunokhod para Lua como nas missões soviéticas. Em 1970, o Lunokhod-1 se tornou o primeiro veículo lunar bem-sucedido e passou 10 meses explorando a região chamada de Mare Imbrium, ou Mar das Chuvas. (Informações da Tec Mundo).

Deixe seu Comentário