Rádios On-line
9197
CBN AÇÃO 2019 PAULO VICENTE
TRêS LAGOAS

Russos negociam incentivos fiscais para retomada da UFN 3

Executivos do grupo Acron Group estão em Três Lagoas para reuniões com autoridades

14 OUT 2019 - 21h:26Por Ana Cristina Santos

Os executivos do grupo Acron  Group estão em Três Lagoas desde o final de semana passado para participar de reuniões técnicas com autoridades a fim de obter detalhes da estrutura pública da cidade e conhecer as necessidades do município. Eles se reuniram com representantes da prefeitura e do governo do Estado, também, para pedir os mesmos incentivos fiscais oferecidos a Petrobras para a retomada da instaçaão da UFN 3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados).

Os russos aguardam o fim da negociação para fechar a compra da fábrica, que tem valor estimado em R$ 8,2 bilhões, segundo estimativa de pessoas ligadas ao processo de venda. A Petrobras e a Acron ainda não divulgaram valores.

Com o governo do Estado, as tratativas dos incentivos fiscais referem-se ao ICMS pela importação de equipamentos usados nas obras e na venda da ureia  que será fabricada. Já com o município, a negociação é sobre o IPTU, ISS e, principalmente a respeito da prorrogação do prazo para a conclusão da obra. A prefeitura enviará outro projeto de lei para a Câmara de Vereadores solicitando um prazo até 2025 para a conclusão da obra. No ano passado, a Câmara já havia autorizado o município prorrogar esse prazo até 2022. No entanto, como houve atraso no processo de venda da fábrica, os russos solicitaram um prazo maior. No projeto inicial, a Petrobras tinha até março de 2018 para concluir a fábrica.

O município e os empresários analisam também a questão das ações sociais que a Petrobras teria que fazer no município em decorrência da instalação da fábrica.

No período da manhã, os russos se reuniram com o prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), e com secretários municipais. À tarde, almoçaram com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, em reunião separada em um hotel da cidade. Depois, retornaram para prefeitura, onde continuaram reunidos com técnicos da prefeitura discutindo uma série de assuntos. Eles permanecem em Três Lagoas nesta semana para visita ao canteiro de obras da UFN3 e para conhecer outras estruturas do município.

A reportagem apurou que, após a assinatura do contrato, o grupo abrirá licitação para a contratação da empresa que retomará a obra, paralisada em dezembro de 2014, após a Petrobras romper o contrato com o Consórcio UFN 3.

Nesse período, começa o levantamento do canteiro de obras e demais processos para a retomada da fábrica. A previsão é de que as obras de construção civil comecem no final do primeiro trimestre de 2020. A perspectiva é de que cerca de 10 mil trabalhadores sejam contratados para conclusão da fábrica, que tem como finalidade reduzir a importação de fertilizantes.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13