Rádios On-line
7928
ALERTA

Saiba as causas, os sintomas e também o tratamento contra a ansiedade

Quando a ansiedade passa estar presente em situações simples, se torna um problema, alerta psiquiatra

13 OUT 2018 - 07h:20Por Steffany Pincela

Perder o sono, ficar nervoso, roer unhas, se revirar na cama na véspera de um acontecimento importante, sentir frio na barriga são, entre outros, alguns sintomas de ansiedade. E isso não é ruim.  De acordo com o psiquiatra Eder Caloi, essas sensações integram o sistema de defesa e é um sentimento bom, desde que não seja exagerado. 

Quando a ansiedade passa estar presente em situações simples, se torna um problema. “A ansiedade veio para nos favorecer, como um sistema de alerta. O que acontece com algumas pessoas é que esse sistema de alerta começa a disparar por coisas que não gerariam ansiedade. A pessoa fica mal, disfuncional, não consegue pensar em outra coisa, não consegue trabalhar ou estudar. Isso seria o que destoa da cena”, afirmou.

Eloi explica que a ansiedade é o princípio doenças várias doenças como, fobias, agorafobia, síndrome do pânico, claustrofobia, Temor hipocondríaco e até mesmo evoluir para uma depressão. Ele diz ainda que, o que diferencia a ansiedade e o transtorno de ansiedade é que a ansiedade é um sintoma, e o transtorno, uma doença. No caso do transtorno, a pessoa fica disfuncional por conta da ansiedade. “Um tipo de transtorno muito comum entre jovens e adolescentes, é o medo de não conseguir fazer as atividades em período de provas em escolas ou faculdade", contou.

TRATAMENTO
Em casos de gravidade na ansiedade, o especialista indica a pessoa procurar um psicólogo ou um psiquiatra para fazer o tratamento. “Tem cura sim. E é relativamente fácil o tratamento. Os remédios são eficazes e as primeiras doses já costumam aliviar a ansiedade, principalmente quando se fala em transtorno de pânico”, afirmou.

Ele finaliza dizendo que a pessoa que possui alguma dessas doenças causadas pela ansiedade, é importante fazer mudanças de hábitos. 

“O ideal é evitar o consumo de cafeína, combater o fumo, não exceder nas horas de trabalho, ter momentos de descanso e fazer exercícios, porque o esporte libera endorfina. E por fim, avaliar o caso para ver se há necessidade de alguma intervenção terapêutica”, finalizou.

Deixe seu Comentário

JORNAL DO POVO

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
7300