Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8515
Prefeitura PROREME 10 a 3011

SAMU recebe moto do Ministério da Saúde

Moto será conduzida por técnico de enfermagem e deverá reduzir tempo de demora no atendimento

16 DEZ 2008 - 06h:00Por Redação

A partir de 2009, o serviço de urgência e emergência de Três Lagoas deverá contar com o suporte de uma motocicleta. Esta prevista para esta quarta-feira (17), a chegada de uma motocicleta equipada com instrumentos de primeiros socorros. A moto foi doada pelo Ministério da Saúde e irá compor a frota de veículos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do Município.
De acordo com o secretário de Saúde, Jorge Martinho, hoje, as equipes de resgate levam cerca de oito minutos, em média, para atender uma ocorrência. A intenção é reduzir o tempo de resposta com a utilização da motocicleta. “O tempo de resposta do serviço está bom. Mas com a motocicleta ele irá melhorar ainda mais. Por ser um veículo rápido e que enfrenta menos barreiras no trânsito, hoje tumultuado, a moto será equipada com rádio e servirá como linha de frente no atendimento às ocorrências. Será este profissional (técnico de enfermagem) o primeiro a chegar ao local do incidente e fazer o primeiro atendimento até que as ambulâncias cheguem”, destacou.
Além de Três Lagoas, as cidades de Campo Grande e Dourados, onde há o serviço,  também serão beneficiadas com a entrega de motocicletas – uma para cada município. Na Capital, este será o segundo veículo duas rodas entregue pelo Ministério da Saúde desde a implantação do serviço.

TREINAMENTO


Martinho explicou que mesmo com a chegada da motocicleta nesta semana, o novo veículo só irá para as ruas no trabalho de atendimento em 2009. Primeiro, os quatro técnicos de enfermagem, que serão contratados pelo Município no começo do ano, terão de passar por um treinamento especifico. O curso deverá ser ministrado pelos profissionais do SAMU de Três Lagoas, treinados em junho por uma equipe do Ministério da Saúde.
“Além disso, também há toda a parte burocrática que precisa ser feita antes de ativar o veículo, como a questão da documentação, seguro e outros, que não são realizados pela Secretaria de Saúde, mas sim pelo setor administrativo do Município”.
O secretário conta que ainda não foi informado sobre o modelo da motocicleta. Estas informações, segundo ele, só serão completadas quando a motocicleta chegar a Três Lagoas.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) – que atente no Centro de Especialidades Médicas (CEM) -  foi implantado em Três Lagoas em julho deste ano, quando o Ministério da Saúde realizou a entrega de três ambulâncias equipadas. Desde então, a equipe – composta por 55 profissionais, entre enfermeiros, técnicos e médicos – já atendeu quase quatro mil chamadas. O número corresponde a cerca de 600 ocorrências atendidas ao mês, no entanto, o número de trotes ainda preocupa. Em média, o número de trotes registrados pelo 192 alcança, quando não ultrapassa, o número de ocorrências atendidas: 600 trotes ao mês.
Conforme Martinho, a intenção é lançar, para o próximo ano, uma campanha de conscientização sobre trotes. “A freqüência com que estas falsas chamadas são realizadas vem diminuindo, mas ainda preocupam. Felizmente, boa parte dos trotes é descoberta antes mesmo do deslocamento de uma viatura. Mas ainda há casos em que toda a equipe chega ao local e se depara com nada”, disparou.
O secretário não soube informar o prejuízo gerado pelos trotes, mas ressalta: “É só a pessoa somar o custo para pagar o salário da equipe de profissionais da saúde, todos altamente qualificados, mais o desgaste da viatura, mais o combustível, fora a segurança para se ter essa base. E este prejuízo sai dos cofres públicos municipais, ou seja, quem paga por isto é a própria população, já que o dinheiro é dela”. Todos os números de telefones em que o SAMU registra trotes são registrados pelo serviço. (R.P.)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864