Rádios On-line
TURISMO

Secretaria quer ‘destravar’ turismo no rio Sucuriú

Prefeitura quer projetos para turismo e cultura caminhem juntos

17 JAN 2021 - 16h:00Por Ana Cristina Santos

Apesar de todo o potencial turístico, Três Lagoas ainda não conseguiu despertar grandes investimentos na área do turismo. Contemplada pelas belezas naturais, por sua localização estratégica e privilegiada, bem como pela abundância energética, Três Lagoas, que é cercada pelos rios Paraná e Sucuriú, ainda não é considerada uma cidade turística.
Para explorar todo esse potencial turístico, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, prepara um plano para “destravar o turismo no Sucuriú”, conforme adiantou o secretário da pasta, Toniel Fernandes.
O secretário disse que o grande problema no rio Sucuriú é que a área de APP (Área de Preservação Permanente), é de propriedade da CTG Brasil, empresa responsável pela operação da usina hidrelétrica de Jupiá. “A grande dificuldade dos rancheiros é que para fazer qualquer intervenção nos ranchos, eles precisam de autorização da CTG”, explicou.
Por esse motivo, a secretaria vai elaborar um projeto piloto e entregar à CTG na tentativa de que os ranchos possam ser explorados turisticamente. “Precisamos destravar o turismo no Sucuriú, o lazer precisa ser fomentado”, destacou o secretário.
Toniel disse ainda que existem projetos para que o turismo e cultura caminhem juntos, pois um atrai o outro. Por isso, a prefeitura está revitalizando pontos turísticos, como por exemplo, a igrejinha de Santo Antônio, o prédio e o barracão da antiga estação ferroviária, bem como a locomotiva à vapor, a Maria Fumaça. 
Nesta semana, representantes do Conselho Municipal de Turismo se reuniram como o novo diretor de Turismo, Toniel Fernandes, para apresentar sugestões que possam contribuir para o fomento do turismo.

Deixe seu Comentário