Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8362
Preve Objetivo
SEGURANÇA

Sem manutenção,câmeras continuam sem funcionar em pontos da cidade

Sistema de videomonitoramento foi instalado para contribuir com a segurança pública

9 OUT 2017 - 08h:43Por Ana Cristina Santos

Câmeras de monitoramento instaladas em diversos pontos de Três Lagoas continuam sem funcionar por falta de manutenção. Ao todo, são 36 câmeras instaladas em pontos estratégicos da cidade para contribuir com a segurança pública e ajudar na redução da criminalidade. 
Por questão de segurança, o comandante da Polícia Militar da cidade, tenente-coronel James Magno de Morais, preferiu não divulgar quais e quantas são as câmeras que continuam inoperantes na cidade.
A empresa Aeronet de Campo Grande foi contratada pela prefeitura para realizar auditoria no sistema de monitoramento. Segundo o secretário municipal de Administração, Gilmar Tabone, a empresa ainda está concluindo os levantamentos para verificar as causas do sistema que custou R$ 1,2 milhão apresentarem tantos problemas. O levantamento busca ainda verificar se o serviço executado é compatível com o valor pago para a instalação do sistema de monitoramento.

Os equipamentos foram instalados em junho de 2015 como apoio e um importante reforço na segurança da cidade. O investimento é fruto de convênio firmado entre o município e a Petrobras, e faz parte das ações mitigadoras devido à instalação da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados em Três Lagoas. 

O serviço de videmonitoramento foi um dos assuntos discutidos em reunião nesta quinta-feira (5), entre o prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB), vereadores, e o comandante da Polícia Militar, com o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, o Barbosinha. Na ocasião, trataram ainda sobre reforço policial para cidade que conta com cerca de 240 policiais militares.

Desde que foram instaladas, a responsabilidade pela operação do sistema de câmeras é da prefeitura já que o convênio foi assinado diretamente com o município. Em alguns casos, quando o problema verificado é de fácil solução, a manutenção tem sido feita por técnicos de informática que prestam serviço para a Polícia Militar.

Desde o ano passado, a prefeitura tenta repassar os equipamentos para o Estado, que ainda não conseguiu firmar o convênio oficialmente, devido aos problemas que o sistema vem apresentando. A previsão é de que até dezembro a auditoria esteja concluída e a definição de quem ficará responsável pela manutenção do serviço, definida.

Reunião
Ainda durante a reunião nesta quinta-feira em Campo Grande, foi discutido sobre a possibilidade da Delegacia da Mulher funcionar pelo período de 24 horas. O secretário de Segurança Pública prometeu avaliar a possibilidade com base nos estudos da Secretaria, visando à implantação da Central de Atendimento à Mulher e também do Comando de Policiamento de Área em Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651