Rádios On-line
COMBATE

Sobe o número de suspeitos de dengue e calor sinaliza época de reprodução do Aedes aegypti

Em um mês, 15 novos casos suspeitos foram contabilizados pelo setor de epidemiologia

31 AGO 2017 - 15h:32Por Tatiane Simon

A estiagem de pouco mais de dois meses deu lugar aos dias chuvosos durante a segunda quinzena de agosto, mas que também já se despediram. O calor e a baixa umidade relativa do ar têm sido marcantes e as altas temperaturas sinalizam para um alerta: é época de reprodução do mosquito Aedes aegypti.

De acordo com o Ministério da Saúde, é nos dias de calor, o período reprodutivo do mosquito fica mais curto e ele se reproduz com maior velocidade. Isto explica o aumento de casos de dengue no verão. O mosquito fica onde o homem estiver, prefere picá-lo a qualquer outra espécie e gosta de água acumulada para colocar seus ovos.

Conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, o número de casos suspeitos de dengue subiu no último mês. O boletim de número 19, que compreende de 23 a 29 de julho, mostra que 393 casos foram notificados em Três Lagoas e uma pessoa foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Já no boletim de número 22, que vai de 13 a 19 de agosto, divulgado pela Secretaria nesta semana, o número de casos suspeitos saltou para 408. Duas pessoas foram atendidas na UPA e uma foi internada no Hospital Auxiliadora. Não houve registro de óbito na cidade neste ano até o momento.

O boletim de número 20, de 30 de julho a cinco de agosto, registrou 395 notificações e atendimento de uma pessoa na UPA. Na semana seguinte, o boletim 21, que compreende dos dias seis a 12 de agosto, o aumento foi de dez novos casos. A secretaria ainda não divulgou o boletim da última semana do mês de agosto.

Deixe seu Comentário