Rádios On-line
JARDIM MIRASSOL

Sujo e com problemas na bomba, ‘piscinão’ não evita alagamentos

Chuva forte da semana passada voltou a causar problemas e reclamações dos moradores

23 AGO 2017 - 16h:05Por Sergio Colacino

Moradores do Jardim Mirassol, em Três Lagoas, reclamam das condições do “piscinão” do bairro. O local, que deveria armazenar água da chuva, está assoreado e com a bomba de sucção trabalhando com metade de capacidade. O resultado são ruas alagadas e muitos transtornos no período de chuva.

“Fica intransitável. Até para entrar na garagem é difícil, tem que deixar o carro para fora. As ruas aqui em volta estão sendo asfaltadas, mas nós não estamos recebendo assistência nenhuma”, conta o aposentado Sebastião Gomes, morador da rua Bernardino Antônio Leite há 19 anos.

Com a chuva de domingo (20), caminhão ficou atolado na rua Otávio Sigefredo Roriz, no Jardim Mirassol

A forte chuva de domingo (20) trouxe à tona os problemas, depois de mais de 60 dias de estiagem. Com a bomba de sucção sem condições de trabalhar com 100% da capacidade e a sujeira no reservatório, a água transbordou e deixou ruas alagadas. “Depois da chuva, fica o barro. Os carros atolam”, lamenta o feirante Dernival Josias de Souza.  “Não dá para sair e fazer as entregas, sem condições. Já vi carros e motos ficarem dentro da agua”, lamenta Luiz Aparecido Fernandes, dono de uma distribuidora de gás na região e que sofre com os prejuízos.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Três Lagoas, o problema do local é o assoreamento do reservatório, causado pelo grande número de ruas sem pavimentação. Além disso, a bomba está com capacidade reduzida devido ao desgaste natural do uso. Ainda segundo a prefeitura, o número de ruas asfaltadas na região foi ampliado, o que aumenta o volume de água direcionada ao sistema. A prefeitura informou ainda que dentro de 60 dias vai ser feita a limpeza do piscinão e a troca da bomba, o que deve fazer o reservatório voltar a funcionar normalmente.

Deixe seu Comentário