Rádios On-line
CONTROLADO

SUS vai distribuir droga com custo de R$ 8,8 mil

Em até 180 dias, serão liberados alfaelosulfase e galsulfase para dois tipos de mucopolissacaridose

5 JAN 2019 - 09h:43Por Agência Brasil

O Sistema Único de Saúde (SUS) vai passar a oferecer, em até 180 dias, os medicamentos alfaelosulfase e galsulfase para o tratamento de pacientes com dois tipos de mucopolissacaridose - um distúrbio genético que afeta a produção de enzimas e não tem cura. Com tratamento adequado é possível reduzir complicações e sintomas, além de impedir o agravamento do quadro.

Nas farmácias, os remédios custam entre R$ 5 ,5 mil e R$ 8,8 mil, respectivamente, a embalagem com uma ampola de 5ml cada. O medicamento pode ser usado apenas uma vez a cada 60 dias, segundo fabricantes.

A expectativa do governo é que a alfaelosulfase possa atender a 153 pacientes de todo o país diagnosticados com mucopolissacaridose tipo 4. Já o galsulfase deve ser utilizado por 183 pacientes com o tipo 6 da doença. 

Doenças raras
Doenças raras são caracterizadas por sinais e sintomas que variam não só de doença para doença, mas também de pessoa para pessoa. Manifestações relativamente frequentes podem simular doenças comuns, dificultando o diagnóstico, causando elevado sofrimento clínico e psicossocial aos afetados e suas famílias. 

Considera-se doença rara aquela que afeta até 65 pessoas em cada 100 mil indivíduos, ou seja, 1,3 pessoa para cada 2 mil indivíduos. (Agência Brasil)

Deixe seu Comentário