Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
MONITORAMENTO

Técnicos realizam 'varredura' na Lagoa Maior em busca de carrapato-estrela

Preocupação se dá porque mais de 100 capivaras habitam no local e são hospedeiras do carrapato

10 MAR 2020 - 12h:10Por Kelly Martins

Equipes do setor de Vigilância Sanitária de Saúde de Três Lagoas iniciaram, nesta segunda-feira (10), um monitoramento no gramado da Lagoa Maior para verificar se há presença de carrapato-estrela.  O principal cartão postal da cidade abriga mais de 130 capivaras atualmente e o alerta é constante, já que esses animais são os principais hospedeiros do carrapato, que transmite a febre maculosa.

A varredura na lagoa ocorre a cada seis meses e até o momento a equipe não identificou a presença de nenhum parasita. A bióloga Geórgia Medeiras, que faz parte da equipe técnica da Vigilância em Saúde, explicou que o trabalho é feito com uma esteira de feltro, onde o carrapato fica grudado. “Nós percorremos pelos principais pontos onde as capivaras se concentram. Os técnicos passam a esteira e verifica se tem algum carrapato. Caso algum seja capturado, é encaminhado para análise em laboratório”, destacou.

Medeiros pontua ainda que o monitoramento é uma ação de rotina e consiste em prevenção. “Não há motivos para preocupação e a população pode continuar frequentando a Lagoa Maior normalmente”.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente já havia informado que elabora um plano de manejo que prevê a retirada de grande parte das capivaras do local. Os animais serão levados para o Parque Natural do Pombo, uma reserva com oito mil hectares de área preservada.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13