Rádios On-line
ESTUDO

Técnicos vão analisar manejo de animais da Lagoa Maior

Quantidade de capivaras e jacarés existentes na Lagoa Maior preocupa Secretaria de Meio Ambiente

24 ABR 2017 - 11h:04Por Ana Cristina Santos

Em razão da quantidade de capivaras e jacarés existentes na Lagoa Maior, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente solicitou o apoio de técnicos ambientais de instituições como universidades e Embrapa, para realizar um estudo sobre o número de animais existentes no local.

A preocupação da secretaria deve-se a quantidade de animais que habitam no local, que já não teria alimentos o suficiente para o número de capivaras que, ao saírem da lagoa em busca de comida, estão sendo atropeladas na avenida. Além disso, outra preocupação é com as pessoas que continuam mexendo com os jacarés. Na semana passada, a secretaria recebeu um vídeo em que jovens puxavam o rabo de um dos jacarés que habitam a Lagoa.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Celso Yamaguti, além de ser um risco para as pessoas, existe a preocupação em proteger os próprios animais. Não se descarta, inclusive, a possibilidade de evitar o contato das pessoas com os jacarés e capivaras através do cercamento do local.

O secretário disse que nenhuma atitude em relação aos animais será tomada antes da análise dos técnicos.

 

Deixe seu Comentário