Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
POLÍCIA

Tecnologia ajuda policias a recuperar celulares

Delegado destaca o apoio das novas tecnologias no combate à criminalidade

11 FEV 2017 - 10h:40Por Celso Daniel

As polícias Civil e Militar de Três Lagoas estão conseguindo aumentar o índice de recuperação de aparelhos celulares que foram furtados ou roubados na cidade ou em qualquer outro município do país. O método utilizado para o sucesso é a consulta do IMEI, uma espécie de identidade única de cada aparelho. Em alguns casos, esse mesmo sistema é utilizado pela FAB (Força Aérea Brasileira), que facilita na localização de aviões que desaparecem em áreas isoladas.

A informação é do delegado titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil Messias Pires. Segundo ele, a nova tecnologia permitiu um aumento de pelo menos 180% no índice de recuperação de aparelhos. “Conseguimos esse sucesso sem aumentar o volume de trabalho e com o mesmo efetivo. O que passamos a fazer, foi consultar a identidade dos aparelhos que encontramos com indivíduos suspeitos nas investigações. Esse trabalho é desenvolvido com amparo legal e com a participação direta das operadoras de telefonia”, lembrou o delegado.
Messias explicou ainda que quando existe um Boletim de Ocorrência em que o IMEI é registrado, as operadoras precisam fornecer o mapeamento com a possível localização do aparelho.

É lei. A partir daí entra o trabalho de investigação policial. “Temos conseguido êxito em praticamente todos os casos. Em média, levamos 10 dias desde que a investigação é iniciada até a recuperação do aparelho e a identificação dos envolvidos”, destacou.

Já a Polícia Militar também tem um alto índice de recuperação de aparelhos celulares furtados ou roubados. A consulta do IMEI acaba sendo também uma ferramenta importante. Na abordagem direta dos suspeitos, os policiais fazem a consulta da identificação através do Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM). Em caso de existir informações fornecidas em Boletins de Ocorrência, as recuperações acabam sendo possíveis.

Essa forma de atuação através das consultas do IMEI, deram resultado bastante positivo tanto nas investigações da Polícia Civil quanto na atuação da Polícia Militar de Três Lagoas. Só a polícia Civil conseguiu recuperar nos últimos 3 meses de 2016, 40 aparelhos e só nos primeiros 20 dias de 2017, outros 10 foram identificados, recuperados e devolvidos aos proprietários. Os envolvidos nesses casos são autuados e respondem por crime de receptação. A Polícia Militar em 120 dias conseguiu obter êxito em 30 casos. Com tanta tecnologia disponível e à serviço das polícias, já se pode afirmar que roubar aparelho celular está se tornando um péssimo negócio.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13