Rádios On-line
TRêS LAGOAS

Torneio de Pesca Esportiva fomenta atividade turística

A 8ª edição do evento, que acontece no Balneário Municipal desde quinta-feira (11), chega ao seu ápice hoje

13 MAI 2017 - 09h:44Por Jonas Turolla

A 8ª edição do Torneio de Pesca Esportiva de Três Lagoas, que acontece no Balneário Municipal desde quinta-feira (11), chega ao seu ápice neste sábado (13). São mais de 300 equipes inscritas - um total de mais de 700 pescadores - em busca dos maiores tucunarés e, claro, dos prêmios sorteados. 

Segundo Claudio Kenzo, presidente da Apetl (Associação de Pesca Esportiva  de Tres Lagoas), o evento explora uma das principais potencialidades da região: o turismo. "São mais de 85 cidades participando, de 12 estados diferentes. Tem pescadores que vieram do Rio Grande do Sul, de Fortaleza, de Manaus... Estamos fomentando o turismo na nossa cidade e na nossa região. Esse é o objetivo", enfatizou. "A maioria das grandes equipes de pesca está em Três Lagoas neste fim de semana. Pescadores famosos, que fizeram carreira na pesca esportiva, estão aqui prestigiando o nosso evento. Isso, para a gente, é muito gratificante", completou.

De acordo com o regulamento da competição, organizada pela Apetl em parceria com a Prefeitura, cada equipe terá que apresentar cinco tucunarés e medí-los. Não será permitido substituir, na ficha de medição, um exemplar já registrado.

A pontuação é simples: um ponto para cada centímetro. Os peixes capturados também deverão apresentar  tamanho mínimo de trinta centímetros, estarem vivos e em condições de soltura, ou seja, isentos de qualquer sinal que indique formas de pescar diferente da permitida, sob pena de desclassificação do espécime ou da equipe.

"Os pescadores terão das 8h às 16h para capturar os cinco tucunarés. No final da noite, vamos fazer a cerimônia de premiação para os melhores colocados. A área de atuação dos competidores vai da represa de Ilha Solteira até a subida do rio Sucuriú. Sempre respeitando a legislação", explicou Kenzo.

Competidor de Itapura/SP, Fernando Vitkusakas é um dos pescadores que tentarão subir no lugar mais alto do pódio neste sábado. "A esperança é a última que morre, né (risos). Vamos por o barco na água, 'bater' muita isca e tentar levar um dos prêmios", declarou. Por falar em prêmios, a grande 'coqueluche' dos competidores é o barco Mega Bass Master. Considerado uma das melhores embarcações do país, o Mega Bass custa em torno de R$ 93 mil e será sorteado com motor Yamaha F90, carreta ODNE e um Jack plate.

"Quem é pescador esportivo adora o Mega Bass. Ele é um barco de plataforma, muito rápido. Para você ter uma ideia, um ponto que você demoraria 40 minutos para chegar com uma embarcação de pequeno porte, você chega com ele em 10 minutos. Isso te dá muito ganho, muita agilidade. Com ele, você pode visitar, em um dia, mais pontos para pescar", destacou Vitkusakas.

Mineiro de Capinópolis, Fernando Santos Miranda já é figurinha carimbada no Torneio. Participante desde a primeira edição, o pescador preferiu manter o mistério, mas deu 'pistas' sobre a estratégia da sua equipe para faturar a competição. 

"A luta é grande, mas nós temos o nosso macete. Eu conheço muito aqui. Em Três Lagoas, tem um problema do capim 'barba de bode'. A sua linha arrebenta, sua isca gasta, mas nós temos um macete. A gente faz um chamariz na superfície, e na hora que ele vem, a gente joga outro anzol na boca do peixe. Aí não tem jeito (risos)", revelou. O Torneio de Pesca Esportiva de Três Lagoas é, atualmente, um dos maiores do Brasil na modalidade pesque e solte.

Além do Mega Bass Master, serão sorteados um barco Levefort, uma lancha Levefort, um motor de popa Yamaha 15 HP, uma viagem para duas pessoas para o Amazonas, um motor elétrico e 12 prêmios de R$ 500. O último dia do evento também contará com o show da dupla sertaneja Thiago Storti e André. A entrada é de graça.

Deixe seu Comentário