Rádios On-line
CARGA HORÁRIA

Trabalhadores em educação querem redução da jornada para seis horas

Servidores compareceram na sessão da Câmara nesta terça-feira para pedir apoio dos vereadores

27 FEV 2018 - 15h:25Por Ana Cristina Santos

Trabalhadores dos setores administrativos da área de educação de Três Lagoas reivindicam a redução de oito para seis horas da jornada de trabalho. Um grupo de servidores das unidades escolares compareceu na sessão da Câmara de Vereadores nesta terça-feira (27) para pedir apoio dos parlamentares nessa reivindicação.

 A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinted) de Três Lagoas, Maria Laura Castro, usou a tribuna da Câmara para defender essa redução na jornada de trabalho. Em maio do ano passado, a carga horária dos trabalhadores passou de seis, para oito horas.

 No entanto, segundo a presidente do sindicato, essa jornada de oito horas tem provocado afastamento de servidores por problemas de saúde. Segundo Maria Laura, são mais de 300 servidores que trabalham nos setores administrativos da educação.

Durante a sessão, os vereadores que usaram a tribuna da Câmara manifestaram favoráveis a essa redução na jornada de trabalho. O presidente da Casa, André Bittencourt (PSDB), apresentou uma indicação ao prefeito com o pedido de redução da jornada de trabalho.

O secretário de Administração Gilmar Tabone disse que iria conversar com o prefeito sobre a reivindicação.

 

Deixe seu Comentário