Rádios On-line

Trabalhadores não voltam às obras e iniciam negociação

Como os operários não retornaram ao canteiro de obras, a negociação foi antecipada para essa semana

25 JAN 2013 - 08h:07Por Arquivo JP

A comissão dos trabalhadores que prestam serviços para o consórcio UFN 3, na construção da fábrica de fertilizantes da Petrobras, aceitou sentar na mesa de negociação com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil e do Mobiliário (Sintricon) e com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil Pesada  (Sintiespav), ambos de Três Lagoas.

Os trabalhadores não aceitaram retornar ao canteiro de obras, como havia determinado o Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em audiência realizada na terça-feira, em Campo Grande. Na ocasião, ficou decidido que os trabalhadores retornariam ao serviço e na próxima segunda-feira (28) as negociações entre as empresas e os sindicatos seriam retomadas. Entretanto, como os operários não retornaram ao canteiro de obras, a negociação foi antecipada para essa semana.

Antes, os trabalhadores só aceitavam negociar com o consórcio UFN 3 e participação da Federação dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil e do Mobiliário de Mato Grosso do Sul (Fetricom/MS). Entretanto, agora já aceitaram a participação dos sindicatos de Três Lagoas. A reunião de negociação iniciou ontem com a presença da comissão que representa os trabalhadores, da Fetricom e dos dois sindicatos locais.

Segundo a advogada Cristiane Gazoto, que está atuando como interventora do Sintricon, durante a reunião seria retirada a pauta de negociações da categoria e redigido um oficio para ser encaminhado ao consórcio UFN 3. Cristiane espera que as empresas possam aceitar as reivindicações e os trabalhadores retorem ao canteiro de obras.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13