Rádios On-line

Trânsito violento mata três pessoas em Três Lagoas e região

Dos três acidentes, dois aconteceram neste sábado, um em Selvíria e o outro em Três Lagoas. O terceiro ocorreu nesse domingo, em Brasilândia

9 ABR 2013 - 08h:52Por Redação

Fim de semana violento nas rodovias federais BRs 158 e 262, em Três Lagoas e região. No total, três pessoas morreram após se envolverem em acidentes de trânsito. Dos três acidentes, dois aconteceram nesse sábado, um em Selvíria e o outro em Três Lagoas. Já o terceiro ocorreu no domingo, em Brasilândia. 

O primeiro acidente aconteceu na BR-158, km 224, no município de Selvíria, próximo a Eldorado Brasil, por volta das 7h30, do último sábado. De acordo com boletim de ocorrência, o caminhoneiro, de nome e idade não divulgados, transitava pela rodovia no sentido Selvíria a Três Lagoas. Com sono, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista perdeu o controle do caminhão, saiu para a direita e bateu no meio-fio. Nesse momento, fez uma manobra brusca à esquerda, cruzou a pista contrária e se chocou com uma moto Honda. O forte impacto fez o motociclista Joaquim Claudio Alves Lopes, 46, sofrer uma grave queda. Ele morreu no local.
A segunda morte aconteceu na BR-262, na avenida Ranulpho Marques Leal, perímetro urbano de Três Lagoas, nas proximidades da Mabel, por volta das 9h, neste sábado.

Segundo dados da PRF, o ciclista José Arnaldo Gomes da Silva não transitava pela ciclofaixa e sim pelo lado direito da pista (acostamento). Silva se desequilibrou e caiu. Logo em seguida, foi atropelado por um ônibus. O ciclista morreu também no local. 

Já o terceiro acidente aconteceu na BR-158, km 323, município de Brasilândia, por volta das 23h deste domingo. Consta no boletim de ocorrência que o motorista de um veículo Corsa atropelou um homem que andava a pé pela pista - o nome da vítima não foi divulgado. O homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O motorista foi submetido ao teste de bafômetro e foi constatado que ele não ingeriu bebida alcoólica.

Conforme o chefe da 8º Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, Luis Carlos Gratão, os três motoristas envolvidos nos acidentes foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento. 

MORTES
Neste ano, em Três Lagoas, somando as mortes deste fim de semana às anteriores, considerando o perímetro urbano e rodovias que cortam o município, já foram contabilizadas seis mortes.

Segundo o engenheiro Flávio Thomé, assessor especial do Departamento Municipal de Trânsito (Deptran), o ideal seria não ter acontecido nenhum óbito, mas infelizmente isso ocorreu. 

Na opinião do engenheiro, a desobediência às leis de trânsito, a falta de atenção, consumo de bebida alcoólica e o excesso de velocidade são os principais fatores responsáveis pelos acidentes de trânsito. “A maioria das colisões é por falha humana”, disse Thomé.

Conforme o assessor especial, a dica para os motoristas é redobrar a atenção no trânsito, além, é claro, de respeitar a sinalização. Outro detalhe primordial no perímetro urbano é não exceder a velocidade permitida de 40 km/h. Entretanto, para conter esta desobediência por uma parcela dos condutores, o Deptran solicitou ao Departamento de Trânsito (Detran/MS) radares eletrônicos para fiscalizar o excesso de velocidade e avanço de sinal vermelho, para serem instalados nas principais ruas e avenidas de Três Lagoas. 

Mas, segundo Thomé, o Detran ainda não se posicionou quanto a essa solicitação do órgão três-lagoense.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13