Rádios On-line
COLETIVO

Transporte público segue sem operar em Três Lagoas

Empresa alega baixa demanda de passageiros e falta de reajuste tarifário

4 MAI 2021 - 17h:00Por Ana Cristina Santos

Há mais de uma semana Três Lagoas não tem transporte público operando. Os ônibus coletivos deixaram de operar porque os motoristas entraram em greve, alegando que os salários estavam atrasados.

A empresa alegou que está sem reajustar a tarifa do transporte coletivo há dois anos. Por isso, encontra dificuldades financeiras nesse momento de pandemia em que reduziu consideravelmente o número de passageiros. Atualmente, a tarifa do transporte coletivo custa R$ 3.60. A empresa alega que, com esse valor, e com o número de pessoas que utilizam o transporte, fica inviável manter o serviço em Três Lagoas.

O diretor do sindicato, Heitor Vieira de Melo, disse que a empresa acertou os salários atrasados com os motoristas, mas tem benefício ainda sem pagar.   O serviço será retomado, segundo ele, tão logo a empresa receba o que alega ter direito.

A empresa, no entanto, já comunicou a prefeitura que não tem a intenção de manter o serviço na cidade, diante da baixa demanda de passageiros. No entanto, existe um contrato em vigência, o qual está sendo discutido entre as partes.

Em nota, a Prefeitura de Três Lagoas informa que há uma semana oficiou empresa sobre a greve, paralisação das atividades e quais providências seriam tomadas. A administração municipal está analisando técnica e juridicamente propostas para a possibilidade de continuar a prestação do serviço considerando as circunstâncias da pandemia e o objeto do processo judicial deflagrado pela concessionária.

Deixe seu Comentário