Rádios On-line
9247
DESERTO?

Três Lagoas completa 38 dias sem chuva e umidade do ar entra em 'alerta'

A umidade do ar atingiu 19% nesta semana, segundo Inmet

14 AGO 2019 - 11h:30Por Kelly Martins

Três Lagoas está há 38 dias sem chuvas e, com isso, nesta semana, a umidade relativa do ar chegou a 19%, considerado “estado de alerta”, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). É o percentual mais baixo registrado até o momento neste ano, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Porém, a umidade deverá cair ainda mais com o tempo seco e calorão em pleno Inverno. Apesar de uma nova frente fria atingir o Sul do país e refletir em Mato Grosso do Sul, nesta quarta-feira (14), não há previsão de chuva até o fim de agosto em Três Lagoas.

Com a estiagem prolongada, a população sofre com o tempo seco. Além disso, as queimadas urbanas e em pastagens aumentaram, o que gera preocupação quanto à fumaça espalhada por toda a cidade. De acordo com o Inmet, na segunda-feira (13), os termômetros registraram 38°C, na cidade.

Apesar do friozinho nesta quarta, a temperatura volta a subir já a partir de quinta-feira (15) e há previsão de chegar a 39°C, na próxima semana. O o meteorologista Natálio Abrahão Filho, da Estação meteorológica Uniderp/Anhanguera, ligada ao Inmet, informou que o volume de chuva esperado para o mês de agosto é de apenas 21 milímetros. “O problema é que esse período será de baixa umidade e de estiagem mais intensa do que nos anos anteriores. As frentes frias serão mais constantes, rápidas, e sem chuva”, pontuou.

Segundo a escala usada pela OMS, a umidade relativa do ar ideal é de 60%. A umidade entre 60% e 30% é considerada aceitável. Abaixo de 30% e acima de 20% já representa 'estado de atenção'. Abaixo de 20% representa 'estado de alerta'. Quando o nível de umidade relativa do ar fica de 12% para baixo, entra em 'estado de emergência'.

Muita água, protetor solar e sombrinha. É a recomendação dos médicos para este período.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13