Rádios On-line
8995
Nova Estrela 0603
SAúDE

Três Lagoas é a 2ª cidade de MS com mais mortes por gripe

Seis pessoas morreram neste ano e 109 casos suspeitos foram registrados

23 AGO 2019 - 08h:12Por Kelly Martins

Três Lagoas registrou 109 casos suspeitos de gripe Influenza entre os meses de janeiro e agosto. Dessa lista, seis pessoas morreram vítimas da doença, o que faz com que o município seja o segundo de Mato Grosso do Sul com mais mortes por H1N1. Perde apenas para Campo Grande. A situação assustou moradores e gerou uma correria aos postos de saúde.

De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, 30 moradores tiveram o diagnóstico positivo da doença após exames laboratoriais. Mas qual o motivo do aumento de casos? A coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Adriana Spazzapan, explica que o fluxo de pessoas de outras regiões colabora para a transmissão. “ Nós somos um município que cresceu muito, industrialmente falando. Então a quantidade de pessoas que entra e sai aumentou. Esse fluxo favorece a entrada precoce de muitas doenças, não apenas Influenza”, destacou.

Spazzapan pontua ainda que o número de mortes é proporcional ao de casos positivos. Outro fator em destaque é que Três Lagoas foi a primeira cidade do estado a começar a registrar casos positivos de H1N1. As mortes por gripe neste ano ocorreram entre os meses de abril e junho.

A primeira foi em 24 de abril e a vítima um homem de 48 anos. A segundo morte por Influenza H1N1 foi em 30 de abril e é de um idoso de 83 anos. Já no dia seguinte, outro idoso de 64 anos morreu no hospital. Em 7 de maio, uma mulher de 63 anos também morreu vítima de H1N1.

Na lista ainda há um idoso de 80 anos, que faleceu em 25 de maio e o último óbito por conta da doença, é de um homem de 53 anos, em 14 de junho.

As vacinas contra a gripe Influenza são oferecidas gratuitamente nos postos de saúde. Neste ano, mais de 85 mil doses ficaram disponíveis à população.

ASSISTA

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13