Rádios On-line
ALTURAS

Três Lagoas recebe terceiro Festival Aéreo de Paramotor

Cerca de 200 pilotos participam do evento neste fim de semana

21 ABR 2017 - 15h:46Por Sergio Colacino

Começou nesta sexta-feira (21) e vai até domingo (23) a terceira edição do Festival Aéreo de Três Lagoas, no CTA (Clube Três-lagoense de Aeromodelismo). O evento reúne cerca de 200 pilotos e representantes de federações estaduais, de várias partes do país. Além das atrações e voos de exibição, os expectadores poderão ver um show acrobático com um Extra 330, aeronave única da América Latina.

A entrada é de graça e o valor do estacionamento, R$ 5, vai ser revertido ao Hospital Auxiliadora. O público presente terá acesso também a playground, gincanas, praça de alimentação, além de atrações culturais, num palco montado com artistas locais. “O piloto quer voar tranquilo. Ele quer saber que ele está lá voando e a família dele está bem aqui embaixo. E nós estamos preparando isso para eles”, conta a organizadora Sayuri Baez.

Entre as atrações, estão os jogos aéreos, série de provas que os pilotos de paramotor disputam em uma divertida competição. No ‘paradardo’, o piloto recebe três dardos. O objetivo é arremessá-lo em um alvo gigante e tentar somar o maior número de pontos. Ele pode fazer o arremesso a qualquer hora do dia. No final, a soma das três pontuações é dividida por três e quem tiver a maior média é o vencedor.

Outra disputa é o ‘pouso na mosca e corrida maluca’. Nessa brincadeira, o objetivo é subir a uma altura de 100 metros, desligar o motor e pousar com precisão em um alvo. Depois o piloto deve se desconectar do equipamento com a ajuda dos fiscais e correr até a bandeira que indica o ponto final. Ganham pontos quem pousar com mais precisão e quem for mais veloz na corrida. Tem ainda o ‘acerte os pinos’, onde o piloto deve decolar e fazer um voo rasante, tentando acertar cinco pinos em uma única tentativa. Cada pino acertado vale 25 pontos. “O piloto fica naquela emoção de participar da prova e o público fica animado, vibra. O céu fica maravilhoso”, diz Sayuri. 

Deixe seu Comentário