Rádios On-line
DATERRA QUER ALUGAR MOBILE
BALANÇA COMERCIAL

Três Lagoas segue liderando ranking dos municípios que mais exportam em MS

De janeiro a julho deste ano, o município teve 41,88% de participação nas exportações

10 AGO 2020 - 11h:02Por Ana Cristina Santos

Três Lagoas segue liderando o ranking dos municípios que mais exportam em Mato Grosso do Sul. De janeiro a julho deste ano, o município teve 41,88% de participação nas exportações estaduais. A celulose é a responsável pelo bom desempenho de Três Lagoas nas exportações.

As exportações em 2020, no Estado, já somam US$ 3,5 bilhões, de acordo com os dados do Ministério da Economia. O crescimento das exportações de Mato Grosso do Sul de janeiro a julho de 2020 elevou em 29,37% o superávit da balança comercial na comparação com o mesmo período do ano passado. Nos sete primeiros meses deste ano, a diferença entre o total exportado e importado pelo Estado foi de US$ 2,4 bilhões, US$ 600 milhões a mais em relação aos US$ 1,8 bilhão em 2019.

As exportações de soja foram o principal destaque de janeiro a julho de 2020, com alta de 55,08%. A celulose, que vinha ostentando o primeiro lugar na lista dos produtos mais exportados, nos sete meses deste ano, caiu para o segundo, apresentando uma queda em termos de valor (16,83%) devido aos preços no mercado internacional, mas o volume de produtos exportados teve alta de 7%.

O principal destino das exportações segue sendo a China com 50,93% de participação (alta de 26,57 em relação a 2019).

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck , a China continua sendo um mercado fundamental para o Estado.  “As exportações para o mercado chinês representavam 44,82% no ano passado e agora chegam 50,93%. Nosso posicionamento é muito claro, trabalhamos para diversificar a nossa base de produtos e a China é o maior comprador do mundo na área das commodities”, destacou o secretário.

Ainda de acordo com a balança comercial, outros itens que se destacaram no Estado foram: Carne de aves, com alta de 18,59%; o açúcar, que cresceu 178,02%; óleos e gorduras vegetais e animais, com elevação de 238,3% e as exportações de ferro-gusa e ferroligas, que aumentaram em 194,36%.

“Uma das coisas que permitiu ao governo do Estado sustentar a arrecadação foi a dinâmica do setor exportador, tanto que crescemos em relação ao ano passado, com um ótimo desempenho da soja, com a retomada do açúcar, que é um produto que se recuperou. A carne bovina tem se mantido e o setor de aves, com crescimento de 18,59%, esse conjunto fez com que a dinâmica do agro nesse primeiro semestre fosse sustentada”, comentou Jaime Verruck.

Deixe seu Comentário

SEMANA NACIONAL DO TRANSITO BANNER INTERNA

TVC Canal 13
  • Programas: