Rádios On-line
ELEIÇÕES

Três-lagoenses se dividem quanto ao voto eletrônico

Nas eleições deste ano, TSE deve imprimir "comprovante" em papel após voto na urna eletrônica

1 MAR 2018 - 06h:30Por Sergio Colacino

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) discutiu nesta semana, em audiência pública em Brasília, a implementação do voto impresso nas eleições deste ano, que está prevista em uma lei aprovada em 2015 pelo Congresso Nacional. Nas ruas de Três Lagoas, o eleitor se divide entre a urna eletrônica e o antigo voto em cédulas de papel.

Quem é favorável ao voto na urna eletrônica, alega que o modo é mais moderno, rápido e de fácil apuração. Já os contrários dizem que o sistema não é confiável, podendo estar vulnerável a ataques de hackers.

A audiência pública do TSE serve como preâmbulo para publicação de uma resolução que irá disciplinar o voto impresso nas eleições de 2018. Na minuta do documento está previsto que, nas urnas que tiverem o dispositivo, o eleitor poderá conferir o teor do voto impresso com a tela da urna eletrônica, mas não terá acesso físico ao comprovante, que ficará depositado em uma urna plástica e será destinado “excepcionalmente” a recuperar o resultado da votação.

Veja abaixo o vídeo com a opinião dos três-lagoenses:

Deixe seu Comentário