Rádios On-line

UFMS inicia ano letivo em atraso devido greve de 2012

Diretor da UFMS também falou sobre atraso das aulas e o novo curso de medicina

10 ABR 2013 - 08h:28Por Arthur Freire/JP

O ano letivo da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul começou na última quarta-feira, em todo o Estado. Segundo o diretor responsável pelos campi I e II de Três Lagoas, José Antônio Menoni, o atraso ocorreu por conta de greves decorrentes do ano passado. 

Para Menoni, são cercade 40 dias de atraso no ano letivo e, por isso, é preciso retomar as aulas imediatamente.  “Estamos empenhados em buscar formas para regularizar esse período perdido o mais rápido possível. As aulas já tiveram início na semana passada e as salas começam a ficar cheias novamente. Até o final do ano, nosso calendário precisa ser cumprido, já que, em 2014, nosso ano letivo está previsto para ter início no mês de fevereiro”, disse.

Através do Sistema de Seleção Unificada, SISU, o diretor ainda confirmou que cerca das 560 vagas existentes estão sendo preenchidas. “Após as duas primeiras chamadas feitas pelo próprio SISU, é então encaminhada a nós a lista de espera, a partir da qual é feito o preenchimento das vagas dispostas de cada curso, ou até que se esgotem os nomes dessa lista”, informou.

Menoni ainda mencionou a posse de 8 novos professores na universidade e também de alguns técnicos, realizada em 2 de fevereiro. 

Reformas
Os dois campi localizados no município estão passando por um período de reformas e também de construção de novos prédios e salas de aulas. No campus I, será feita a reforma do telhado da biblioteca e demais reparos necessários. No campus II, estão sendo construídos o restaurante universitário, o calçamento do estacionamento de entrada e saída, anfiteatro e blocos de sala de aula, além de reparos e da ampliação da biblioteca.

Segundo Menoni, serão feitas todas as reformas necessárias. “Gradativamente, durante este ano, terminaremos todas as reformas necessárias e construções para poder atender a toda a demanda de alunos. E a realização desses trabalhos é fundamental, é nossa meta para esse ano”, disse o diretor.

Transporte coletivo
Sobre o transporte para os alunos, o diretor mencionou que não depende só da universidade o bom atendimento de ônibus coletivos aos alunos. É um interesse também das empresas que fornecem os ônibus. Ainda é preciso se regularizar, principalmente na questão dos horários. “Elas ganham com isso. Iremos dar atenção a isso, agora, no início das aulas, e observar o que precisa ser melhorado”, comentou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: