Definir Três Lagoas como sua cidade padrão?

Sim Não
Rádios On-line
8362
Loteamento OT
SAúDE

Vacinação contra HPV atinge 72% do público alvo em Três Lagoas

Ministério da Saúde preconiza que 80% das crianças e adolescentes sejam vacinados

10 SET 2017 - 08h:30Por Tatiane Simon

A campanha de vacinação contra o Papiloma Vírus Humano, mais conhecido como HPV, imunizou, em Três Lagoas, 3.705 crianças que representam o público alvo e não atingiu a meta preconizada pelo Ministério da Saúde, que é de 80%. 

De acordo com dados fornecidos pelo Setor de Imunização da Secretaria de Saúde do município, dos 2.500 meninos com idade entre 11 e 14 anos, 1.802 foram vacinados. E das três mil meninas cuja idade é de nove a 14 anos, 1.903 foram imunizadas. Com isso, o município imunizou 72% dos meninos e 63% das meninas e ficou, na média, 12,5% abaixo da meta. Os dados compreendem o período de 1º de janeiro a quatro de setembro deste ano. 

A campanha nas escolas encerrou, mas conforme coordenadora do Setor de Imunização Humberta Azambuja, as vacinas são aplicadas ao longo de todo o ano nas unidades de Posto de Saúde de Três Lagoas para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Uma nova remessa de vacina deve chegar ao município no próximo dia 16, quando inicia a campanha de atualização. 

A vacina contra o HPV é, segundo Azamabuja, a maneira mais eficaz que tem para proteger essa população de um possível câncer de colo no útero, sendo uma das formas de prevenir é tomando a vacina, ela na rede privada custa em torno de R$ 300 uma dose, o Ministério da Saúde oferta gratuitamente e a população está resistente a isso. “Infelizmente, como ocorre na maioria dos municípios brasileiros, apesar das campanhas educativas de conscientização da necessidade das vacinas como prevenção de doenças”, informou.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, declarou à imprensa, por meio de nota que “a vacinação na adolescência tem uma série de dificuldades, como a resistência desse grupo etário de buscar uma unidade de saúde, especialmente para vacinar-se, e o baixo conhecimento sobre a importância da vacinação”. 

Adultos
Determinação em 18 de agosto do Ministério da Saúde ampliou para 26 anos a faixa etária para imunização entre homens e mulheres pela rede pública de saúde para receber a vacina contra o HPV em municípios que possuíam estoque, como foi o caso de Três Lagoas. Dados do Setor de Imunização mostram que 770 mulheres e 343 homens foram imunizados de agosto à quatro de setembro. 

Prevenção
A vacina contra o HPV contribui para redução da incidência do câncer de colo de útero e vulva nas mulheres. A imunização também previne câncer de pênis, ânus, verrugas genitais, boca e orofaringe.
Estudo realizado com homens de 18 a 70 anos do Brasil, México e Estados Unidos, aponta que os brasileiros têm mais infecção por HPV que mexicanos e norte-americanos, com índices de 72% no Brasil, 62% no México e 61% nos Estados Unidos. A pesquisa apontou ainda que a incidência de câncer do pênis no país é três vezes maior que entre os norte-americanos.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651