Rádios On-line

Vereadores já têm as primeiras metas para serem apresentadas no Legislativo

Recesso legislativo só termina no início de fevereiro, mas alguns vereadores já estão trabalhando

22 JAN 2013 - 09h:19Por Redação

O recesso legislativo só termina no início de fevereiro, mas alguns vereadores já estão trabalhando e ouvindo a população para apresentar projetos, requerimentos e indicações. A partir dessa semana, o Jornal do Povo estará publicando matérias com as metas dos parlamentares para esse ano. Serão quatro veadores por edição. O vereador Idevaldo Claudino (PT) disse que a expectativa é boa, e vai focar no trabalho para que a parceria entre Prefeitura e governo federal seja mantida. 

“Vou continuar trabalhando para que o município continue recebendo recursos do governo federal. Vou cobrar a administração municipal para que não perca prazos em relação aos projetos junto ao governo federal”, disse Idevaldo. Ele informou que para esse ano vai manter o trabalho de percorrer os bairros e ouvir a população, além de apresentar indicações cobrando obras de drenagem e pavimentação asfáltica. “Uma de minhas metas também é que os cursos de qualificação profissional em parceria com a Petrobras sejam mantidos”, destacou.

O vereador Adão José Alves, o Adão da Apae (PMDB), informou que a partir de hoje já estará atendendo a população com sua equipe em seu gabinete no Legislativo. Ele disse que uma de suas primeiras metas assim que os trabalhos forem iniciados, será a de apresentar uma indicação ao Executivo solicitando a criação de um núcleo de inserção de pessoa com deficiência ao mercado de trabalho. Adão disse que já conversou coma prefeita sobre esse assunto e ela se mostrou a favor de implantar esse núcleo. O peemedebista também já esteve reunido com a prefeita e com moradores do Jardim Alvorada cobrando soluções para o problema de inundação no bairro.

Outro projeto que Adão irá apresentar será solicitando que o Executivo aumente a porcentagem de 3% para 5% do número de pessoas idosas e deficientes para ter direito a uma moradia popular. 

Já o vereador Jorge Martinho (PSD) comentou que irá manter sua linha de oposição em relação ao Executivo. Disse que irá cobrar melhorias para a cidade, principalmente em relação à infraestrutura. “Três Lagoas tem muitos problemas urbanos, precisa, por exemplo, melhorar a área do trânsito”, comentou.
 Martinho adiantou que, para esse ano, terá como foco a realização de audiências públicas para discutir com a população assuntos considerados de estrema importância. Uma das primeiras audiências que pretende fazer será para discutir a implantação do Plano de Saneamento Básico de Três Lagoas.

Já a vereadora Sirlene da Saúde (PRB) informou que voltou a trabalhar como técnica de enfermagem no Centro de Especialidades Médicas (CEM). Ela disse que fez uma consulta jurídica e foi informada que não haveria problemas em exercer o cargo de vereadora e de técnica de enfermagem. 
Sirlene comentou que irá trabalhar até o meio dia no Cem e na parte da tarde na Câmara. Disse também que pretende fazer uma reunião em Arapuá para ouvir as reivindicações dos moradores do Distrito. “A situação das estradas lá é bem crítica”, disse. A vereadora comentou também que pretende cobrar melhorias para a área da saúde, principalmente para resolver o problema em relação à fila de espera para as pessoas conseguirem uma consulta com médicos especialistas. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13