Rádios On-line
CARREIRA

4 dicas para mulheres que querem investir no plano B

Para coach de negócios, errar também é importante para quem quer ter o próprio negócio

10 JAN 2018 - 07h:33Por Redação

Muitas mulheres estão buscando formas de mudar de vida, investir no plano B e empreender.

Segundo a coach de negócios Maria José Villafanha, elas buscam, entre outras coisas, independência financeira; satisfação pessoal em fazer algo que realmente gostem; alinhar o fato de ser dona do próprio negócio com o desejo de ser mãe e até melhorar a colaboração no orçamento doméstico.

Veja quatro dicas para mulheres que querem empreender:

1 – Conheça o mercado

O primeiro passo é entender as atuais transformações do cenário econômico e social. Você também precisa entender e conhecer a realidade do mercado em relação ao produto/serviço que você pretende empreender. “É preciso saber separar o que é modismo do que é realmente tendência”, orienta a coach de negócios Maria José Villafanha.

2 – Planeje

Migrar de uma profissão formal para um plano B exige um bom planejamento financeiro. É necessário criar um plano mensal de despesas e se reorganizar a ponto de conseguir tocar o negócio de forma plena. Recomenda-se fazer essa migração aos poucos, enquanto ainda tem emprego fixo, para evitar perdas financeiras.

3 – Busque ajuda

Procure pessoas que já passaram por essa migração, pesquise, pergunte como foi a experiência. Todas essas informações servirão para te ajudar a pensar no seu negócio. Além disso, existem instituições especializadas em dar esse suporte gratuito para quem quer empreender, como o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

4 – Errar faz parte

Aprenda com os seus erros, pois errar faz parte do processo de transição. “Todo mundo erra e aprender com o próprio erro servirá como um laboratório para que o problema seja corrigido”, diz Villafanha. Não desista diante do primeiro erro.

(mdemulher)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13