Rádios On-line
8298
Prefeitura
VIDA

5 práticas para ter uma vida mais feliz

Psicóloga da Universidade de Yale recomenda hábitos simples para deixar a vida mais leve

14 FEV 2018 - 12h:17Por Redação

Quem não está a procura da felicidade, não é mesmo? De acordo com a professora da Universidade de Yale Laurie Santos é possível ter uma vida mais feliz seguindo algumas práticas e exercícios no dia a dia.

A psicóloga, que ministra a aula de “psicologia e boa vida” na faculdade dos Estados Unidos, baseia sua didática na psicologia positiva. “A psicóloga Sonja Lyubomirsky compara ser feliz com aprender a tocar violino ou a se tornar um astro do futebol”, diz Santos. “Não é algo que você simplesmente possa fazer. Tem que praticar para ser cada vez melhor”, explica em entrevista a BBC.

Assim, Laurie ensina seus alunos a fiscalizarem seus hábitos e a reprogramá-los para conquistar uma vida mais saudável e feliz.

Entre as práticas recomendadas por Laurie estão:

1. Praticar a gratidão

Ser grato é importante para Laurie. Ela recomenda, durante todas as noites, por uma semana, anotar tudo o que lhe faz se sentir grato. Os alunos da psicóloga seguem o conselho da professora e criam uma lista com pessoas e instituições que querem agradecer e, assim, reconhecem conquistas pessoas e experiências positivas.

2. Dormir mais e melhor

A regra é velha conhecida, mas necessária: dormir oito horas por noite durante uma semana. “Parece bobo, mas sabemos que o aumento do sono diminui a depressão e aumenta a atitude positiva”, diz Laurie.

3. Meditar

Estudos mostram que meditar aumenta a atenção plena, de acordo com a psicóloga. A recomendação é meditar dez minutos por dia.

4. Passar mais tempo ao lado da família e amigos

Ter relacionamentos interpessoais e conexões sociais é positivo para a busca da felicidade. “Tenha tempo para estar com seus amigos e sua família, aproveitar o momento, estar consciente e conhecer o mundo.”

5. Passar menos tempo nas redes sociais e vivencias mais conexões reais

Não se deixe enganar pelas sensações de satisfação oferecida pelas redes sociais. “Pessoas que mais usam redes, como o Instagram, tendem a ser menos felizes do que aquelas que as usam menos. Isso significa que essas redes sociais não estão nos tornando tão felizes quanto pensamos”, lembra.

(mdemulher)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
CULTURA
6763