Rádios On-line
HORÓSCOPO

Confira a previsão do seu horóscopo para esta quinta-feira

Veja o que os astros revelam pra você

28 JUL 2016 - 08h:13Por Folha SP

Áries (21 mar. a 20 abr.)

Os temas de hoje são segurança e conforto. É possível que pisem no seu calo, mas será uma ameaça real? De todo modo, não reaja mal.

Touro (21 abr. a 20 mai.)

As pessoas têm o hábito de pressionar e você tem seu próprio modus operandi. É melhor agir bem a simplesmente reagir à pressão.

 Gêmeos (21 mai. a 20 jun.)

Compreenda hoje qualquer dúvida como benéfica: pode ser um mecanismo de defesa do seu próprio psiquismo contra atitudes equivocadas.

Câncer (21 jun. a 21 jul.)

Nada é tão urgente quanto a angústia faz parecer. Priorizar o bem estar é usufruir das boas relações, sem prejuízo para si mesmo.

Leão (22 jul. a 22 ago.)

Pode ser o momento de tomar uma atitude resolutiva. Mas esta deve ser resultado da inteligência emocional, consciente das implicações.

Virgem (23 ago. a 22 set.)

Uma das suas maiores lições é dominar a sua mente, para que sua inteligência crítica seja usada a favor de suas realizações.

Libra (23 set. a 22 out.)

O que você sente talvez seja mais do que o desejo de ser reconhecido pelos seus atributos e esforços. É o desejo de ser você mesmo.

Escorpião (23 out. a 21 nov.)

É vontade de se afirmar, necessidade de se defender, desejo de se aproximar? Com consciência a ação é mais assertiva.

Sagitário (22 nov. a 21 dez.)

Por mais que seja tentado a reagir ao que lhe incomoda, não faça nada que possa lhe prejudicar, nada que não esteja nos seus planos.

Capricórnio (22 dez. a 20 jan.)

Surge o ímpeto de fazer valer sua autoridade, ou a raiva de não estar nessa posição. Calma, vai passar. Seja inteligente.

Aquário (21 jan. a 19 fev.)

A sensação de ser a última oportunidade pode causar estragos. Você deveria é tomar a iniciativa de superar um dilema e seguir.

Peixes (20 fev. a 20 mar.)

Fazer uma escolha pode não ser confortável, mas necessário. Sinta com calma que o melhor caminho a seguir é o da não-violência.

Deixe seu Comentário