Rádios On-line
8934
SAúDE

Conheça os sintomas e tratamentos de todas as doenças causadas pelo Aedes

O mosquito Aedes aegypti é o responsável pela transmissão de dengue, febre amarela, zika vírus e chikungunya.

10 JAN 2019 - 07h:48Por Redação

O Aedes aegypti é velho conhecido nosso por ser o agente transmissor da dengue, doença que ano após ano, há décadas, preocupa todo o Brasil. Mas este mosquito quase bonitinho, com suas manchas no corpo e nas pernas, é capaz de causar outros estragos na saúde humana, pois também é o vetor de febre amarela, zika vírus e chikungunya – tão preocupantes quanto a dengue.

Conversamos com um time de especialistas para entender quais são os sintomas, como é o tratamento, que problemas podem surgir caso não sejam tratadas e como podem ser evitadas estas quatro doenças. As informações são dos médicos infectologistas Carolina Lázari (do Fleury Medicina e Saúde-SP), Claudio Gonsalez (do Hospital Santa Paula-SP) e Leandro Machado(coordenador da infectologia e da clínica médica do Hospital Santa Lúcia-Brasília).

Antes disso, vale fazer três observações. A primeira: o Aedes aegypti só transmite essas doenças se estiver ele próprio infectado; levar uma picada de um destes mosquitos não significa estar automaticamente doente. Segunda: é importante estar atenta aos sintomas e procurar ajuda médica o quanto antes caso os manifeste. E, por fim: a melhor forma de impedir surtos de doenças é evitando a proliferação do mosquito – em resumo, é necessário eliminar focos de água parada, como pneus, pratinhos de vasos, garrafas sem tampa e calhas.

TUDO SOBRE DENGUE

Quais são os sintomas?

– febre alta (superior a 38,5°C)

– dores musculares intensas

– dores nas articulações

– dor ao movimentar os olhos

– mal estar generalizado

– falta de apetite

– dor de cabeça forte (principalmente atrás dos globos oculares)

– manchas vermelhas pelo corpo

– náuseas

– vômitos

– sangramento de mucosas (em casos graves)

Como é o tratamento?

A cura, na maioria dos casos, é espontânea depois de 10 dias. Não existe um tratamento específico contra o vírus, mas sim para combater os sintomas. O mais importante é tomar muita água, para evitar a desidratação que pode levar a um agravamento da doença. Em alguns casos, o paciente precisa ser internado para receber hidratação intravenosa.

Quando há dores e febre, são receitados antitérmicos. Medicamentos com ácido acetilsalicílico não podem ser tomados até a cura, pois têm efeito anticoagulante e podem causar sangramentos, assim como anti-inflamatórios não hormonais (diclofenaco, ibuprofeno e piroxicam), pelo mesmo motivo.

Que complicações podem ocorrer se não for tratada?

Choque (queda intensa da pressão arterial, de difícil reversão) e evolução para dengue hemorrágica, a apresentação grave da doença. Esta forma de dengue pode levar à morte.

Tem vacina?

Sim. Ela é aplicada em três doses no intervalo de um ano e só deve ser tomada por quem já teve pelo menos uma infecção por dengue.

TUDO SOBRE ZIKA VÍRUS

Quais são os sintomas?

– febre entre 37,8°C e 38,5°C

– dor e possível inchaço nas articulações

– dor muscular

– dor de cabeça forte (principalmente atrás dos globos oculares)

– erupções cutâneas com coceira (principalmente no rosto, tronco, mãos e pés)

– conjuntivite sem secreção

– dor abdominal

– diarreia

– fotofobia (aversão à luz)

– pequenas úlceras na mucosa da boca

Como é o tratamento?

Apesar de a lista de sintomas ser extensa, apenas uma em cada cinco pessoas contaminadas pelo zika vírus os desenvolve. Estas devem tomar os mesmos cuidados que os pacientes com dengue: hidratar-se abundantemente, evitar medicamentos à base de ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios não hormonais.

Que complicações podem ocorrer se não for tratada?

Na maioria das pessoas, nenhum. O grande problemas recai sobre as gestantes: o vírus pode ser passado da mãe para o feto e levar a malformações fetais graves, como a microcefalia.

Tem vacina?

Não.

TUDO SOBRE FEBRE AMARELA

Quais são os sintomas?

– febre súbita

– calafrios

– dor de cabeça intensa

– dores nas costas

– dores no corpo em geral

– náuseas

– vômitos

– fadiga e fraqueza

– diminuição ou ausência de volume urinário

– icterícia em casos graves (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos)

Como é o tratamento?

Também é um tratamento dos sintomas, não contra o vírus. Em casos graves, é preciso fazer reposição de sangue (quando há hemorragias) e diálise (se o funcionamento dos rins é afetado). Medicamentos à base de ácido acetilsalicílico devem ser evitados por serem anticoagulantes e poderem complicar o quadro caso ele evolua para uma febre amarela hemorrágica.

Que complicações podem ocorrer se não for tratada?

Evolução para febre amarela hemorrágica, insuficiência hepática e renal (do fígado e dos rins) e, em casos gravíssimos, morte.

Tem vacina?

Sim, disponível na rede pública de saúde. Pode ser tomada a partir dos 6 meses de vida.

TUDO SOBRE CHIKUNGUNYA

Quais são os sintomas?

– febre alta súbita

– dores e inchaços nas articulações de pés, mãos, dedos, tornozelos e pulsos

– dor de cabeça

– dores musculares

– manchas vermelhas na pele

– coceiras pelo corpo

Como é o tratamento?

Repouso absoluto e tratamento dos sintomas, não contra o vírus. Para tratar as articulações costuma-se receitar anti-inflamatórios e corticosteroides. A hidratação deve ser intensa e contínua.

Que complicações podem ocorrer se não for tratada?

Inflamação crônica nas articulações por anos, o que pode levar à limitação de atividades cotidianas e a intensas dores que chegam a impedir que o paciente se mova.

Tem vacina?

Não. Mas depois que se tem chikungunya uma vez, a pessoa fica imune pelo resto da vida.

(mdemulher)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13