Rádios On-line
8504
Preve Objetivo
LABEL

“Diversidade deveria ser o padrão”, diz Prabal Gurung

O estilista imigrante norte-americano nascido em Singapura acredita que a moda enxerga beleza de uma maneira míope.

6 SET 2017 - 20h:20Por Redação

“Não podemos olhar para a beleza de uma maneira tão míope”, disse Prabal Gurung durante a recente entrevista que deu ao Refinery29. Apesar de ser muito respeitado no circuito fashion por seu trabalho que, em geral, envolve vestidos com recortes geométricos e blazers curtinhos, ficou inseguro ao apostar na diversidade em seu último desfile na Semana de Moda de Nova York.

Ele confessou que imaginava que ninguém iria querer comprar as t-shirts com frases feministas que apresentou durante o evento. Em homenagem à Gloria Steinem — jornalista estadunidense conhecida por seu engajamento com o feminismo –, o estilista colocou frases como “Garotas só querem direitos humanos“, “Amor é a resistência”, “Nossos corpos, nossas mentes, nosso poder” e “Eu sou um imigrante” em sua passarela. No entanto, a repercussão foi um sucesso.

 

“Eu recebo muita atenção pelo meu trabalho e, por mais que isso seja muito legal, não pode simplesmente parar no meu ego”, contou o designer que decidiu usar o espaço que tem para tornar-se um defensor da diversidade na moda. “Nasci em Singapura, cresci no Nepal e morei na Índia. A minha vida toda foi cercada de diferentes cores, diferentes pessoas, diferentes tamanhos”, relembra. “A moda me deu essa chance de realmente fazer um impacto. (…) Mas, você tem que se fazer ouvir, é o único jeito.” Segundo ele, diversidade deveria ser o padrão: “não é só sobre plus size, ou sobre modelos trans: é sobre todo mundo“.

(mdemulher)
 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864