Rádios On-line
8651
Prefeitura Animais Peçonhentos
SAúDE

Está trabalhando demais? Cuidado, seu coração pode pifar

Ao analisar uma porção de gente, cientistas descobriram quantas horas de trabalho ameaçam o sistema cardiovascular

2 AGO 2017 - 08h:37Por Redação

Pretende fazer hora extra de novo? Pois saiba que, de acordo com um grande levantamento da Universidade College London, no Reino Unido, passar muito tempo na labuta aumenta o risco de seu coração começar a bater em descompasso por causa da chamada fibrilação atrial. Trata-se da arritmia mais comum no mundo inteiro e, entre suas consequências, estão insuficiência cardíaca e até AVC.

No estudo, publicado no European Heart Journal, foram analisados cerca de 85 mil homens e mulheres. No início, nenhum voluntário tinha fibrilação atrial. Mas, com dez anos de acompanhamento, 1 061 pessoas foram diagnosticadas com esse problema – ou seja, a incidência era de 12,4 casos por 1 mil indivíduos.

Acontece que, ao focarem nos voluntários que trabalhavam 55 horas ou mais por semana (isto é, 11 horas por dia, se você considerar um expediente de segunda à sexta-feira), essa prevalência passava a ser de 17,6 casos a cada 1 mil pessoas. Em resumo, ao comparar esse pessoal à turma que ralava de 35 a 40 horas semanais, a probabilidade de ter fibrilação atrial subia aproximadamente 40%.

Em comunicado, o principal autor do estudo comentou que esse risco extra é especialmente importante para quem já apresenta fatores que contribuem para doenças cardíacas – idade avançada, tabagismo, presença de diabetes, sedentarismo, excesso de peso, hipertensão e colesterol elevados estão entre eles. Já para indivíduos jovens e saudáveis, que convivem com poucos desses quadros, trabalhar por longas horas não ofereceria tanto perigo assim. 

(mdemulher)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864