Rádios On-line

Eterna ‘dona Florinda’ diz no Twitter que sofre com tristeza

Florinda Meza desabafa que atravessa momentos difíceis, um ano após a morte de Roberto Bolaños

16 JAN 2016 - 18h:07Por Ariane Pontes

ocê e todos os seus amigos certamente viram quando pequenos e até cresceram assistindo uma turma engraçada na TV, que também tinha uma senhora de meia idade, com cabelos sempre por fazer, entre outros personagens comuns do dia a dia. Ela era a dona Florinda, eternizada pela viúva de Roberto Gómez Bolaños, o Chaves - ícone da turma -, falecido em dezembro de 2014. 
Florinda Meza é, até hoje, reconhecida por seu trabalho e conhecida por dona Florinda. Seu ar que misturava a sisudez de uma mãe e seu filho mimado, Kiko (Carlos Vilagrán), com a raivosa vizinha do Seo Madruga (Ramón Valdês) e a apaixonada namorada do Professor Girafales (Rubén Aguire), pode ter disfarçado uma vida difícil. 
Em um desabafo nesta terça-feira (12), Florinda Meza disse estar triste. Entre as declarações, comentou que sua vida “nunca foi fácil” e que junta forças “para seguir em frente”.
As declarações foram dadas em seu perfil no Twitter. Florinda Meza começou respondendo alguns fãs e, em seguida, desabafou. “Meus amados, vocês testemunharam como abri meu coração aqui, sim, estou triste, mas não sou de deixar morrer”, escreveu.
E prosseguiu: “Eu sempre fui uma lutadora, uma sobrevivente, minha vida nunca foi fácil, mas é o desejo de lutar continua no meu DNA”.
“Não nego que isso é a pior coisa que tive que enfrentar, mas eu tenho muitas razões para seguir em frente: minha família, meus amigos e vocês”. Só não disse qual o motivo que de sua tristeza e da iniciativa de levantar o problema pessoal em uma rede social. Florinda sempre se pautou pela discrição em toda a vida artística, e principalmente após o fim do seriado Chaves.
Ao final, a atriz disse que ainda tem sorrisos para compartilhar. “Apesar de ainda ter lágrimas para chorar, eu sei que há também sorrisos para compartilhar… Vocês não tem ideia quanto eu o agradeço pelo amor, pelas mensagens, pela companhia… Eu os amo.”

 

Deixe seu Comentário