Rádios On-line
8992

Evento Cultural criado por um grupo de amigos completa um ano na Capital

A edição de aniversário acontece, nesta quinta-feira, das 19h às 22h, na rua Elvira Matos de Oliveira, 927, zona sul da capital

23 JAN 2009 - 14h:10Por Redação

Dia 29 de janeiro o bairro Universitário e região comemoram um ano de existência do Sarau dos Amigos. O encontro consolida-se como referência cultural em Campo Grande-MS.

A edição de aniversário acontece, nesta quinta-feira, das 19h às 22h, na rua Elvira Matos de Oliveira, 927, zona sul da capital. A entrada é um quilo de alimento não perecível, que são destinados às obras sociais dos Vicentinos da Paróquia Santa Rita de Cássia.

Quem também comemora é o cantor e compositor Elânio e banda. A carreira de músico foi lançada oficialmente na primeira edição do Sarau dos Amigos. Em um ano de atividade o artista lançou o site www.elanio.com.br , CD “demo”, DVD experimental, e agora lança no Sarau o segundo CD Demo, “Quatro Olhares ao vivo”, divulgando composições próprias.

Já estão confirmados o cantor e guitarrista Zé Pretim, grupo de padode Sedusamba, a dupla Santiago e Daniel Viola, além de espaço reservado para os músicos que aparecem no local.

Outros artistas participam do aniversário do Sarau dos Amigos, como o Ilusionista Rick Thibau e o ator Arce Correa, com sua personagem Maria Quitéria, que vai interagir com o público no encontro. Na área teatral o destaque é o grupo Caras de Pau, formado por atores da região do bairro Universitário há dez anos, com a atriz Thathy D. Meo, Cleber Dias, Eduardo Romero, Marcos Rubens e Elânio.

O Sarau recebe duas exposições fotográficas, do jornalista Carlos Kuntzel, que retrata a natureza, e dos acadêmicos de jornalismo Wagner Jean e Inayá Borba, com a exposição “Um dia de Sarau dos Amigos”.

Serviço:

O Sarau dos Amigos acontece toda última quinta-feira do mês. O endereço é rua Elvira Matos de Oliveira, 927, bairro Universitário (atrás da Escola Estadual José Barbosa Rodrigues), Campo Grande-MS. Informações pelos telefones 9215-3082 ou 9936-3909.

Um ano de Sarau

A casa do ator e jornalista Eduardo Romero já foi palco de apresentações teatrais. Diversas vezes o grupo Caras de Pau, formado por atores da região do bairro Universitário, acolheu amigos e familiares para mostrar suas produções artísticas gratuitamente.

O artista plástico Apres Gomes trouxe novas linguagens para a casa. Há três anos foi hóspede na residência, quando veio expor em Campo Grande
pela primeira vez. Naquele período transformou o local em um ateliê de pintura. Hoje ele mora no bairro com a família, que veio de Itabuna-BA.

Cleber Dias, ator e acadêmico de Rádio e TV, propunha fazer algumas sessões de vídeo na casa, mostrando a produção realizada na faculdade. A casa também sediava muitas festas, onde as rodinhas de violão acolhiam vários músicos da comunidade, entre eles o ator e jornalista Elânio, que estava disposto a lançar sua carreira musical de cantor e compositor no bairro onde nasceu.

“Por que não fazer um encontro cultural no bairro Universitário?”, pensaram os amigos. Foi a partir daí que no dia 24 de janeiro de 2008, aconteceu a primeira edição do Sarau dos Amigos.

Durante todas as ultimas quintas-feiras do ano de 2008 os encontros foram realizados das 19h às 22h, na rua Elvira Matos de Oliveira, 927. Em um ano foram arrecadados cerca de 1.800 quilos de alimentos não perecíveis, uma média de 150 quilos por encontro. A maior parte foi encaminhada as obras assistenciais dos Vicentinos, organização ligada à paróquia Santa Rita de Cássia.

Atualmente o evento conta com o apoio de diversos amigos, como familiares, moradores, jornalistas e artistas. Eles contribuem com o empréstimo de som, limpeza e organização da casa, além de divulgar o encontro pela cidade.

Segundo os amigos que organizam o Sarau, o encontro já é referência cultural para muitos artistas e moradores do bairro Universitário e região. Um local onde é possível ver arte que vai da linguagem comercial a mais conceitual ou erudita.

É possível, por exemplo, ouvir um grupo de música sertaneja e, em seguida, conhecer o trabalho de uma banda de Punk Rock ou Rap. Ouvir um grupo de pagode e um artista da MPB, valorizando a produção autoral dos músicos.

Um destaque é a Banda Malagueta, formada por profissionais da comunicação que se reúnem especificamente para tocar no Sarau. A doceira Lúcia é outra atração tradicional, ela traz seus doces e bombons, divulgando a culinária no encontro.

Além da música, o Sarau dos Amigos abre espaço para a poesia, teatro, circo, artesanato, artes plásticas, literatura, dança, fotografia, entre outras atividades culturais.

Atrações

No artesanato já houve exposições de biojóias, caixas com decoupage, origamis, facas (cutelaria), bolsas de lona, costuras, chinelos com miçangas, etc.

Passaram pelo Sarau atrações como Zé Pretim, Sedusamba, Moleque Sensação, Sr. Pacheco, Moleques Sarnentos, Falanges da Rima, Nat Corrêa, Sousa Filho, Santiago e Daniel Viola, Elânio, Harley Castro, Rafael Bendô, Banda Zuka, Blues em Trio, Marcelo Dias, Maurício Nascimento, Banda Jennifer Magnética, Enivan e Rafael, Luis e Alan, Lucas e Luan, Nelsão da Viola, Clayton Sales e Alexandre Maciel, entre outros.

A declamação de poesia foi destaque com Luciano Antero, Isac Zampieri e Conceição Leite. O teatro esteve representado pelos grupos Caras de Pau, Fulano di Tal, Chicomaria Produções, Oficina de Criação Teatral, Improváveis Teatro Clube e Cia Teatreiros. A Arte circense contou com o grupo Circo do Mato e a Associação de Circo de Campo Grande. A dança com a Cia Corpomancia. A capoeira veio pelo grupo Ilê Camaleão.

Artistas Plásticos Apres Gomes, Wenceslau, Wagner San, Breitner Rosa, Evandro Prado e Maurício Saraiva estiveram representados na varanda do Sarau, que também recebeu exposições coletivas de acadêmicos de Artes Visuais da UFMS, com esculturas, quadros a óleo sob tela e assemblagens, além dos desenhos e caricaturas de Denis Feliz e Ruan Pina.

No espaço também houve exposições de selos de
Valter Orlindo, trabalhos em MDF da Danilu Artes, cerâmicas de Mauro Yanase e fotografias de Gelison Paulino dos Santos, Jefferson Ravedutti, Livio Bozzano, Wanderson Lara e Eduardo Romero.

A literatura foi representada com o lançamento do livro “Salas de Sonhos”, das jornalistas Marinete Pinheiro e Neide Fisher. O audiovisual com vídeos de acadêmicos de Rádio e TV da UCDB.

As campanhas “Passos” e “Eu quero fazer a minha parte”, incentivaram a comunidade a ter atitudes cidadãs no dia-a-dia. O músico Zé Pretim foi beneficiado com uma campanha de venda de CDs na ocasião em que esteve acidentado.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13