Rádios On-line
11559

FCMS inaugura a Exposição Fotográfica ? 100 Anos de Cinema em Mato Grosso

Esta é uma iniciativa do governo do Estado em apoiar o resgate da história do cinema de Mato Grosso do Sul

22 JAN 2009 - 14h:53Por Redação

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), em parceria com o Instituto Cultural América, inaugura próxima quinta-feira (29), a Exposição Fotográfica – 100 Anos de Cinema em Mato Grosso, às 19h30, no Memorial da Cultura e da Cidadania. Esta é uma iniciativa do governo do Estado em apoiar o resgate da história do cinema de Mato Grosso do Sul, que tem importantes capítulos ainda no Mato Grosso Uno.

"Nossa parceria com o produtor cuiabano Luiz Carlos Borges iniciou em 2008, quando lançamos a coletânea "Memória e Mito do Cinema em Mato Grosso", no Festival América do Sul, em Corumbá. A parceria se desdobrou para esta importante exposição que nos permite investir na preservação de nossa memória cultural comum e estreitar laços com o Estado irmão", explicou o presidente da FCMS, Américo Calheiros.

Segundo o curador da exposição, Luiz Carlos de Oliveira Borges, o cinema sempre foi a arte de maior representatividade em Mato Grosso do Sul, pois foi aqui que iniciou o desenvolvimento dessa expressão artística, principalmente em Corumbá, Aquidauana e Campo Grande. "Esta é uma oportunidade de reaproximação da cultura entre os Estados, já que em outras gestões, os estados trabalharam sua cultura isoladamente", comemorou Borges.

100 Anos de Cinema em Mato Grosso

A Exposição Fotográfica – 100 Anos de Cinema em Mato Grosso, apresenta as imagens surpreendentes da epopéia centenária do Cinema no Estado, um ato quase heróico de inúmeros realizadores estrangeiros e brasileiros, exibidores e críticos, que deixou um importante legado iconográfico que fundamenta e instaura o processo de rememoração. Resultado de uma pesquisa realizada para publicação da coletânea "Memória e Mito do Cinema em Mato Grosso", as imagens do cinema mato-grossense revelam uma região pouco conhecida e estudada, e por muitos mitificadas como o eldorado brasileiro.

138 imagens foram prospectadas nos principais acervos de Mato Grosso, da Cinemateca Brasileira, do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e do Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul.  Foi realizada uma verdadeira garimpagem de informações visuais dos primeiros realizadores de filmes, das salas de cinema que animaram a população e que não sobreviveram ao tempo. Na coletânea "Memória e Mito do Cinema em Mato Grosso" foram utilizadas apenas 20% das fotografias conseguidas durante a pesquisa de imagens.

 

A exposição foi organizada de forma didática e distribuída em 5 espaços: Pioneiros, Os Filmes, As Salas, Arne Sucksdorff e Lufada. Arne Sucksdorff foi um documentarista sueco que instalou-se em Mato Grosso nos anos 60 e por meio do cinema divulgou internacionalmente a região e a necessidade de sua preservação. O espaço "Lufada" é destinado às produções de filmes de curta e longa metragem, realizadas a partir de 1993 em Mato Grosso.

 

A Exposição Fotográfica - 100 Anos do Cinema em Mato Grosso iniciou seu itinerário em Cuiabá no 15º Festival de Cinema e Vídeo em maio de 2008. Passou pelo Rio de Janeiro e agora acontece em Campo Grande. Vai ser realizada também em Brasília e Goiânia. Através de imagens-documentos, ela conta um pouco da história da mais antiga experiência cinematográfica realizada na região centro-oeste.

 

O Memorial da Cultura e da Cidadania fica na Av. Fernando Corrêa da Costa, 559, Centro.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13