Rádios On-line
SAúDE

Por que o limão mancha a pele?

Ele é uma boa pedida nas épocas quentes do ano. Mas seu manuseio próximo aos raios solares pode ser um perigo

2 MAR 2017 - 11h:38Por Redação

1. Contato imediato
A furocumarina, uma substância presente no sumo e na casca do limão, é responsável por esse fenômeno. Ela penetra a pele quando o indivíduo espreme o cítrico no preparo de sucos e caipirinhas ou sobre um petisco.

2. Astro-rei em ação
O sol já queima naturalmente a epiderme desprotegida. Porém, se há a tal da furocumarina por ali, seus efeitos são potencializados. O resultado instantâneo dessa reação é ardência e vermelhidão no local.

3. Falsa proteção
Permanecer debaixo do guarda-sol traz uma noção errada de segurança. A radiação tem a capacidade de rebater na areia ou no cimento e voltar ao corpo, provocando inflamações nas áreas que estão com gotículas de limão.

4. Pirou o cabeção
Esse processo afeta células da pele conhecidas como melanócitos. Instigadas, elas produzem mais e mais melanina, o pigmento que determina a tonalidade da cútis. É dessa presença exagerada que surge a mancha.

5. Invasão bárbara
Se a quantidade de suco de limão for muito grande, ela pode alcançar camadas profundas, como a derme, e causar lesões mais sérias. Nesses casos, é comum a formação de bolhas e a sensação de coceira.

Então, o que fazer?

Prevenir sempre
Em ambientes abertos, evite o consumo de alimentos e bebidas que tenhamlimão. Se for utilizá-lo, depois lave rigorosamente mãos e braços com água e sabão.

Alívio rápido
A mancha costuma sumir aos poucos dentro de algumas semanas. Se ela estiver incomodando, faça compressas geladas com água ou chá de camomila.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13