Rádios On-line
9114

Saiba de onde veio a música de Flora e Donatela em "A Favorita"

Na trama de João Emanuel Carneiro, Beijinho Doce é o primeiro sucesso da dupla Faísca & Espoleta

10 JAN 2009 - 09h:36Por Redação

Desde que a Rede Globo exibiu o capítulo de A Favorita em que Flora (Patrícia Pillar) cantava Beijinho Doce no seu casamento com Dodi (Murilo Benício), a canção se tornou um sucesso na Internet e ganhou até remixes eletrônicos no You Tube.

Na trama de João Emanuel Carneiro, Beijinho Doce é o primeiro sucesso da dupla Faísca & Espoleta, nada mais que Donatela e Flora como cantoras na década de 80. Foi aí que nasceu o ódio da vilã pela "amiga", que sempre teve a voz mais bonita e abandonou a carreira, fazendo Flora ficar esquecida por seu público.

Quem conhece músicas de raiz, já ouviu Beijinho Doce nas mais diversas versões e com diferentes intérpretes, entre eles Almir Sater, Tonico e Tinoco, Chitãozinho e Xororó e até Ivete Sangalo.

A música foi composta na década de 40 por Nhô-Pai (1912-1988), músico e compositor sertanejo da cidade de Paraguaçu Paulista.

A canção foi gravada pela primeira vez em 1945, pelas irmãs Castro, e depois ganhou uma versão das Irmãs Galvão, de Sapezal. Em 1951, Beijinho Doce foi incluída na trilha sonora da chanchada Aviso aos Navegantes, de Watson Macedo.

Na década de 70, Beijinho Doce voltou às rádios depois de ganhar uma versão na voz de Nalva Aguiar, da Jovem Guarda. Outra versão marcante estava no disco Nho-Look (As Mais Belas Canções Sertanejas), iniciativa inusitada do maestro Rogério Duprat.

Imortalizada em A Favorita, a música segue como ponto de equilíbrio entre a briga das duas protagonistas da novela e deve marcar presença em casas noturnas e rádios nos próximos dias, enquanto o programa ainda estiver em voga.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13