Rádios On-line
8460
Hospital Auxiliadora
ALIMENTAÇÃO

Tomate e maçã preservam a saúde do pulmão – até de ex-fumantes

Estudo identificou que esses dois alimentos têm o poder de retardar o envelhecimento do órgão

12 JAN 2018 - 06h:00Por Redação

Você sabia que, a partir dos 30 anos de idade, o pulmão começa a funcionar em um ritmo mais lento? Isso depende, é claro, do estilo de vida de cada um. Entre os fumantes, por exemplo, esse processo tende a ser ainda mais rápido.

Mas, segundo um novo estudo da Escola de Saúde Pública Bloomberg, da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, a dieta tem uma participação muito importante no atraso do envelhecimento do órgão – principalmente em quem costuma comer maçã e tomate. E isso vale até para ex-adeptos do tabagismo.

Em 2002, os pesquisadores analisaram a alimentação e as funções pulmonares de 650 adultos. Dez anos depois, repetiram os testes. Fatores como idade, sexo, peso e prática de atividade física também foram levados em conta.

Os resultados mostraram que aqueles que consumiam no mínimo dois tomates por dia ou ingeriam mais de três porções diárias de frutas (principalmente a maçã) apresentaram um declínio mais lento do funcionamento do pulmão em relação a quem comia menos de um tomate ou de uma porção de fruta no dia. Vale ressaltar que os benefícios foram notados apenas quando os vegetais eram consumidos frescos – versões industrializadas não se mostraram tão vantajosas.

Tabagismo

De acordo com o trabalho, até ex-fumantes saem ganhando com uma alimentação rica em frutas e tomate. Os voluntários que costumavam colocar esses itens no prato mostraram uma degradação mais lenta do órgão ao longo dos dez anos de investigação. “A dieta pode ser uma maneira de combater o aumento de diagnósticos de DPOC [Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, grupo de enfermidades que levam à disfunção do pulmão] ao redor do globo”, observa Vanessa Garcia-Larsen, principal autora do artigo.

(mdemulher)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
6864