Rádios On-line
8357
Prefeitura Semana do Trânsito
ROCK IN RIO

Um dia com Roberta Medina, a vice-presidente do Rock in Rio

A dois dias do início da 7ª edição do festival, conheça a rotina de um dos nomes mais importantes no ramo nacional e internacional de produção de eventos

14 SET 2017 - 09h:24Por Redação

Ela cresceu nos bastidores do Rock in Rio. Filha do criador do evento, Roberto Medina, começou a trabalhar aos 23 anos na produção do festival, que no dia 15 deste mês chega à sétima edição.

Hoje, Roberta, 39 anos, é vice-presidente do Rock in Rio e acumula o cargo de diretora-geral da edição de Lisboa, onde mora durante alguns meses do ano. Mãe de duas crianças, ela organiza a rotina para passar o máximo de tempo com os filhos, ainda mais às vésperas do festival. “Fiquei mais objetiva, não tenho tempo a perder.”

Conheça a rotina dela.

6:00

Despertador

Acordo e deixo o Téo, meu caçula, de 8 meses, com a babá.

7:00

Antes da escola

Preparo a Lua, minha filha de 4 anos, para meu marido (Ricardo Acto, vice-presidente de operações do Rock in Rio) levá-la à escola e me arrumo para trabalhar. Se sou eu que a deixo, sigo na sequência para o escritório, na Barra da Tijuca, que fica a cinco minutos de carro da minha casa.

Escolhi morar lá para estar mais perto da minha filha, que era recém-nascida. Fazia pilates às 8 horas, três vezes por semana, mas, às vésperas do festival, desisti.

9:00

Prioridades

Não tenho um dia de trabalho igual ao outro, mas minha rotina é muito vinculada ao escritório. A primeira coisa que faço quando chego é olhar meus e-mails e minhas anotações para ver se tem algo urgente que precisa ser resolvido.

Tenho diversas reuniões. Tento marcá-las no escritório para evitar grandes deslocamentos e não perder tempo. Morar em dois outros países (nos últimos anos, além de Portugal, Roberta passou um tempo na Espanha) me acostumou assim.

Às terças, temos reuniões executivas com os diretores do Rock in Rio de manhã. À tarde, sobre a edição de Lisboa, que acontecerá em junho de 2018.

12:00

Almoço breve

Quando pego a Lua na escola, não saio para comer para o dia render. Senão, faço um almoço externo de trabalho ou com minha equipe. Às terças, todo mundo come no escritório por causa das reuniões.

15:00

Cidade do Rock

Faço outras reuniões ou vou à Cidade do Rock resolver alguma pendência. No meio de tudo isso, respondo aos e-mails, apesar de, nos últimos anos, me comunicar cada vez menos por esse meio. Acho pouco produtivo. Se é algo que eu preciso resolver, a equipe já sabe: escreve Roberta logo no título.

Na fase mais próxima ao Rock in Rio, montamos um grupo no WhatsApp para soluções e respostas rápidas. Os assuntos têm prazo. No dia 15, abrimos as portas do festival e tudo precisa ser tratado com objetividade.

17:00

Pausa para Lua

Saio para buscar minha filha na escola, o que faço pelo menos três vezes por semana. Continuo a trabalhar em casa ou retorno para o escritório.

20:00

Em casa

Coloco o Téo para dormir. Fico um pouco mais com a Lua e também a levo para a cama. Às vezes, apago junto ou vou ler as notícias e os e-mails; às vezes, volto a trabalhar. Quando estou em Lisboa, estendo até mais tarde, já que o fuso horário lá é de quatro horas à frente do Brasil e trabalhamos muito com equipes daqui. Acabo relaxando só nos fins de semana.

21:30

A dois

É a hora que meu marido chega em casa. É raro conseguirmos jantar todos juntos.

23:30

Fim do dia

Como estou acordando duas vezes por noite por causa do Téo, tento dormir mais cedo. Não é uma rotina fácil, mas é muito boa.

(mdemulher)

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651