Rádios On-line
SAúDE

Vitamina D pode ser a chave para prevenir artrite reumatoide

Por outro lado, ela não é efetiva em quem já tem o problema, aponta estudo britânico

12 DEZ 2017 - 08h:35Por Redação

A artrite reumatoide é uma doença autoimune em que o sistema imunológico causa inflamações nos tecidos do corpo, especialmente nas articulações. Apesar do nome complicado, a condição é comum: atinge 2 milhões de pessoas só no Brasil. E não pense que é um problema apenas de idosos – para ter ideia, a encrenca pode dar as caras já aos 30 anos.

Mas a ciência vem pesquisando maneiras de evitar essa doença que causa dor, inchaço e vermelhidão nas juntas, além de fadiga e até incapacidade de realizar tarefas do cotidiano, em estágios mais avançados. Recentemente, pesquisadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, reforçaram um elo que já vem sendo investigado: o de que a vitamina D pode prevenir a artrite reumatoide.

Esse nutriente é um potente regulador do sistema imunológicos. Em relação a doenças autoimunes, sabe-se que ele é capaz de acabar com a inflamação. Inclusive, pacientes com esse tipo de artrite costumam apresentar deficiência de vitamina D e, com frequência, precisam suplementá-la.

A questão é que, segundo o trabalho britânico, essa medida não é efetiva para quem já tem o problema. “Provavelmente, porque as células imunológicas das articulações desses pacientes já estão comprometidas pela inflamação”, especula Martin Hewison, principal autor do artigo.

Já quem ainda não desenvolveu a enfermidade tem muitas vantagens ao manter a vitamina D em níveis adequados. “Nossa pesquisa indica que isso ajuda a prevenir o surgimento de doenças inflamatórias como a artrite reumatoide”, destaca Louisa Jeffery, que também participou do trabalho.

Então, se você tem casos na família ou simplesmente se preocupa em cuidar da sua saúde lá na frente, procure um médico e veja como garantir que sua vitamina D esteja em alta. Aproveite também que o verão está chegando e tome alguns minutos de sol por dia em áreas como braços e pernas. De preferência, evite se expor à radiação das 10 às 16h, horário em que há maior risco de os raios solares causarem queimaduras e até câncer de pele.

(mdemulher)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13