Rádios On-line
Caminhão de Prêmios Urna Interna
SEM EFETIVO

Detran demite funcionários e compromete atendimento a motoristas

Demissões foram pedidas em ação do Ministério Público na Justiça

3 MAI 2018 - 07h:04Por Tatiane Simon

A agência do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran) de Três Lagoas está com seis funcionários a menos desde a quarta-feira da semana passada. A baixa no quadro de colaboradores é resultado de uma ação movida pelo Ministério Público de Três Lagoas. Em março deste ano o portal JPNews noticiou sobre a espera pela decisão da Justiça a respeito da citação do governo de Mato Grosso do Sul em ação em que o Estado foi condenado a demitir funcionários contratados sem concurso para o Detran. O pedido de citação do governo foi feito pelo promotor público, Fernando Lanza, que é o autor da ação. A partir da citação, o governo teve prazo de 30 dias para demitir funcionários comissionados do Detran de Três Lagoas.

Com menos gente para atender, sobra contribuinte esperando em filas. Teve quem decidiu voltar depois, como foi o caso do funcionário público, Claudinei Barbosa. “Vim de manhã, trouxe o documento para ser impresso só que para retirar está complicado. Muita gente para ser atendida e poucos para nos atender. As filas se misturam e não para saber qual serve para quê. Vou embora agora volto depois, ou talvez só amanhã”, conta.

Teve também aqueles que decidiram sair do Detran somente depois de tudo resolvido. A Andreia dos Santos, dona de casa, é uma delas. “Fique aqui por quatro horas. Perdi uma manhã todinha aqui. Mas pelo menos, vou embora com tudo pronto”.

A empresária Solange Torres, foi ao Detran interessada em emplacar um veículo. “Cheguei às 8h e até agora não consegui nem gerar guia do pagamento. Isso prejudica até no ambiente de trabalho. Passei a manhã inteira aqui e, provavelmente, não conseguirei resolver tudo hoje e terei que voltar amanhã”, reclama.

Além das demissões ocorridas na semana passada, muitos contribuintes perderam o prazo para o pagamento do licenciamento de veículos com placas final 1 e 2 e deixaram para correr atrás do prejuízo nesta quarta-feira, que foi o primeiro dia útil após o vencimento.

As exonerações foram publicadas na edição de quarta-feira passada no Diário Oficial do Estado. (Pode ser consultada aqui na página 23).

A reportagem tentou contato com Solange Oliveira, diretora do Detran de Três Lagoas, mas não quis gravar entrevista.

 

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13